5 sinais de que sua manicure não é tão profissional quanto parece

Recentemente o The New York Times publicou uma reportagem investigativa devastadora sobre manicures de New York que deixaram muitas amantes dos cuidados com as unhas se sentindo péssimas sobre um serviço que elas consideravam um prazer.

Conheça: 10 truques para fazer você mesma suas unhas

O relatório revelou que muitas mulheres estavam sofrendo graves consequências de saúde a longo prazo como resultado dos produtos químicos para as unhas.

Além disso, manicures não estavam sendo pagos com o salário mínimo, não recebiam seus direitos e muitas vezes viviam em quartos apertados enquanto trabalhavam incrivelmente longas horas.

Se você pensou que esse era um problema exclusivo das manicures de NY, a triste realidade é que esse quadro se repente em muitos lugares, inclusive no Brasil. Hoje, reunimos 5 sinais de que sua manicure não é tão profissional quanto parece. Tome nota.

Mais: Saiba como montar um kit para fazer unhas

esmaltes

1. Sua manicure não usa máscaras ou luvas

Esmaltes podem conter o que é conhecido como o trio de produtos químicos tóxicos: formaldeído (que causa câncer) DBP (que causa danos à saúde) e tolueno (que provoca danos neurológicos).

Conheça: Esmalte caseiro passo a passo

Para se proteger dos efeitos desses produtos químicos e outros ingredientes nocivos encontrados em removedores de esmalte e colas, por exemplo, a manicure deve usar máscaras e luvas. Além disso, o trabalho fica mais higiênico dessa maneira.

Conheça: O esmalte ideal para cada signo

2. Não existe um sistema de ventilação ou nenhum ventilador no salão onde sua manicure trabalha

Se você pode sentir o cheiro forte dos esmaltes e de todos os outros produtos que sua manicure usa, algo está errado.

Sempre que perceber isso, peça para um funcionário ligar o sistema de ventilação, os ventiladores ou, pelo menos, abrir as portas para aumentar a ventilação.

Veja: 5 dicas infalíveis para ter as unhas fortes

curso de unhas decoradas

3. Garrafas ou frascos são deixados abertas

Seja de acetona ou de esmalte, se garrafas ou frascos desses produtos são deixados abertos por sua manicure, isso significa que todas as suas substâncias estão sendo disseminadas no ar, aumento os riscos à saúde.

Conheça: 5 dicas para resolver problemas comuns nas unhas

esmalte vermelho

4. Sua manicure não utiliza produtos não tóxicos

O DBP já está banido do uso em cosméticos na União Europeia e o formaldeído está seguindo o mesmo caminho. No Brasil, é cada vez maior o número de produtos não tóxicos que sua manicure pode usar.

Produtos 3-free, 4-free ou 5-free não oferecem nenhum risco à saúde das unhas ou do organismo como um todo e são usados com cada vez mais frequência. Peça para que sua manicure renove seu estoque e sugira esse tipo de produto.

Veja: Acerte na base e conquiste unhas perfeitas

5. Há mais manicures atendendo clientes do que licenças em exposição

Os requisitos de licenciamento variam em cada estado, mas fique sempre atenta. Se você notar que é muito mais manicures atendendo do que licenças em exposição no salão, provavelmente há no local algum problema de cunho trabalhista que você desconhece.

Veja: 5 tratamentos caseiros para fortalecer as unhas

manicure

Como se sentir mais segura com sua manicure

Reunimos algumas dicas extras para que você se sinta mais segura quando for visitar sua manicure. Confira:

  • Peça para que sua manicure utilize lixas descartáveis (ou leve sempre sua própria lixa).
  • Se for deixar alguma “gorjeta”, deixe diretamente nas mãos de sua manicure.
  • Estabeleça uma relação de confiança entre você e sua manicure.
  • Se o salão estiver realizando boas práticas, conte para todas as suas amigas. Isso aumentará as chances do salão manter padrão de qualidade para conquistar novas clientes.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.