Quem é mais fofoqueiro? O homem ou a mulher?

Psiu…vem cá! Já está sabendo dessa? Por muito tempo nós mulheres levamos a fama de sermos fofoqueiras, que adora falar da vida dos outros e de seus problemas alheios. Mas, estudos comprovaram que não é bem assim e descobertas foram feitas: os homens fofocam ainda mais que as mulheres.

Leia Também:  Como anda sua autoestima?

Os homens desprendem mais do seu tempo que as mulheres para mexericar a vida alheia. Se você não acredita nem nas pesquisas, pelo menos com um fator deve se conformar: o homem é tão fofoqueiro quanto a mulher, o que muda são os assuntos. Mas, sem dúvida as mulheres tem a língua mais afiada e ferina que o homens.

Leia Também:  O que os homens admiram nas mulheres?

Quem é mais fofoqueiro? O homem ou a mulher?

Na pesquisa os homens disseram se sentirem mais enturmados quando fofocam e a mesma aponta que o homem também se utiliza da fofoca por pura autoafirmação, quando, por exemplo, o homem se gaba de ter saído com alguma mulher. Já as mulheres fofocam para passar o tempo mesmo e passam boa parte do tempo falando de si mesmas ou das colegas.

Leia Também:  6 Técnicas para você combater a ansiedade

Apesar da fofoca não ser bem vinda, não existe quem nunca tenha fofocado sobre seu próximo. Fofocar é um costume e até uma necessidade. Segundo alguns psicólogos a fofoca consolida amizades, pois, só fofocamos para pessoas que confiamos.

Leia Também: 5 atitudes para você se valorizar


Ainda segundo especialistas, existe a fofoca benéfica. Por exemplo, quando você se sente no dever de avisar alguém sobre algum risco. Quando a pessoa sabe desse risco e não conta, ela se sente tensa e frustrada, mas quando conta, sua tensão é aliviada. Então, a fofoca faz bem quando se tem bom senso. Desde que a fofoca não seja em seu benefício próprio, mas que seja importante para os outros também e que haja respeito com seu próximo, fofocar se torna benéfico.

Leia Também: 5 características de um homem controlador

Tão benéfico, que um estudo britânico reuniu um grupo de pessoas e pediu que falassem mal ou bem de uma pessoa. As pessoas que falaram bem, sentiram-se com a autoestima elevada, enquanto os que falaram mal sentiram-se mais para baixo.

Leia Também: 10 Elogios que dispensamos ouvir deles

Uma matéria publicada pelo Estadão, relatou algumas comparações que autores de um livro italiano fez sobre fofoca, dizendo que: fofocar faz bem pra pele, por isso é melhor do que botox, rejuvenesce, não engorda e é tão consolador quanto comer um chocolate.

Leia Também: O que você precisa saber sobre o Botox

Infográfico: quem é mais fofoqueiro? O homem ou a mulher?

Acompanhe nossas dicas pelo Twitter

infográfico do fofoqueiro

Fonte: http://www.sirc.org/publik/gossip.shtml.

Adicionar comentário