Como saber se um alimento é integral mesmo?

O que não faltam hoje são opções de alimentos integrais, e não só grãos integrais, como aveia, gergelim, linhaça, arroz, trigo…

Existem também os alimentos feitos destes grãos, como por exemplo, pães, massas e biscoitos.

E está cada vez mais fácil encontrar, até mesmo em prateleiras de mercados, já que é cada vez maior a procura por produtos integrais em vez dos tradicionais, e isso pela busca de uma alimentação mais saudável, que ofereça mais vitaminas, minerais e fibras.

Mas, como saber se estes produtos são realmente integrais?

Será que o alimento é integral mesmo?

Antes de mais nada, é preciso saber que não basta estar escrito na embalagem que o alimento é integral, nem sempre isso significa que ele seja 100% integral.

É fundamental saber quais os ingredientes presentes nos rótulos ao comprar alimentos integrais, como é o caso daqueles pães que anunciam no rótulo que são feitos de grãos integrais…

Ok, eles podem ter sido feitos com farinha de trigo branca e os grãos integrais somente foram adicionados à massa, ou seja, este pães não são 100% integrais, embora possuam grãos integrais na massa.

Mais: Alimentos Integrais: 3 Receitas para perder barriga

Será que o alimento é integral mesmo?
Infelizmente, a ANVISA, que é o órgão responsável por essa fiscalização, não estabelece valores mínimos para que um produto possa ser considerado integral. Sendo assim, um produto pode ter sido totalmente feito com farinha branca e só conter alguns grãos integrais por cima que poderá ser considerado integral, ou seja, será permitido no rótulo considerar que seja integral.

Veja: Reeducação alimentar: emagreça mudando seus hábitos

O rótulo

O rótulo de alimentos
Por isso, é preciso ler quais são os ingredientes de um determinado produto em seu rótulo, se lá constar dois tipos de farinha, integral e branca, observe qual delas vem primeiro na lista de ingredientes, pois os ingredientes que são listados primeiro estão presentes em maior quantidade no produto, se em primeiro vier a farinha integral é sinal de que vem em maior quantidade, ou seja,o produto é integral.

Veja: Dieta das 3 horas para você emagrecer de forma saudável

Mas quando um alimento, realmente, é integral?

alimentos integrais
Podemos dizer que um grão é íntegro quando não passou por alguns processos industriais que retiram a sua casca fibrosa, possuindo, ainda, aquela película que os envolve, mantendo os componentes anatômicos principais: endosperma, germe e casca (farelo). Por outro lado, ao passar pelos processos industriais, são retirados a casca e o germe, restando somente o endosperma para consumo, parte composta, principalmente, por carboidratos e proteínas.

Sendo assim, o alimento integral é aquele que manteve todas as suas características e seus nutrientes essenciais, tal como é colhido, ou seja, a industrialização não retirou partes significativas.

O alimento integral não teve sua estrutura modificada, não passou por nenhum processo de refinação, ou seja, suas fibras estão intactas, com todos os seus componentes originais, como cascas e películas protetoras.

Para quem não sabe, o alimento integral é considerado a principal fonte de fibras, por isso, é ótimo na prevenção de doenças como obesidade, diabetes e problemas intestinais.

Mais: Conheça 7 mitos sobre a alimentação intuitiva

Principais funções das fibras:

– Promover o bom funcionamento intestinal;
– Oferecer a sensação de saciedade;
– Reduzir os níveis de colesterol e de glicose no sangue.

Vale saber que, além da fibra, os alimentos integrais são ricos também em vitaminas A, vitaminas do complexo B e em minerais, como cálcio, fósforo e ferro.

Veja: Perca 5 kg em 1 mês com a Dieta da Aveia

Add Comment