Chulé: Saiba prevenir e tratar o mau cheiro nos pés

Volta e meia falamos por aqui sobre alguns perfumes, ou o jeito certo de aplicá-los, pois não é novidade alguma que as mulheres adoram se sentir lindas e cheirosas, mas, não adianta nada caprichar no perfume, podendo este até ser o mais caro e cheiroso do mundo, e se descuidar dos odores naturais do corpo, como o chulé.

Veja Também: Veja como se manter cheirosa a todo instante

Por isso, resolvemos falar aqui sobre o, nada bem vindo, mau cheiro nos pés, vulgarmente conhecido como chulé, que pode se transformar num grande problema, afetando, inclusivamente, a autoestima. Veja agora como prevenir e tratar desse problema que, em determinados momentos, pode se tornar tão intenso e impossível de disfarçar.

Veja Também: Como anda sua autoestima?

Chulé: Como prevenir e tratar o Mau cheiro nos pés

Veja o que causa o Chulé

Ao transpirarem, os pés acabam sendo a moradia perfeita para um monte de bactérias, e essa umidade, causada pelo suor, se ficar abafada debaixo de meias e calçados por muito tempo, acaba trazendo um cheirinho nada agradável do chulé.

Veja Também: 5 Dicas para ter pés de princesa
chulé nas meias
Mas nada de se desesperar, transpirar é normal e necessário para equilibrar a temperatura dos pés, por isso mesmo existem glândulas, que são responsáveis por produzir suor que, para quem não sabe, é composto de 99% de água e 1% de sais minerais, ou seja, esse líquido, por si só, não tem cheiro, só que, infelizmente, o suor não fica sozinho, já que bactérias também se instalam nos pés, se alimentando de restos de pele morta, ou melhor, da camada córnea, tecido bem na superfície que vive se renovando, assim, tanto o suor como essa pele nova acabam alimentando as bactérias que, depois de comer, acabam soltando gases como o ácido isovalérico e metanotiol, pois é, esses donos desses nomes tão complicados são os verdadeiros responsáveis, ou culpados, pelo mau cheiro, vulgo chulé, e a coisa só piora, já que tanto a meia como o calçado não deixam os pés ventilarem, fazendo com que o odor só aumente.

Veja Também: Saiba como evitar o suor excessivo nas axilas

Como Tratar o Chulé

Como Tratar o Chulé

  • Não vacile com a higiene, mantenha os pés sempre bem lavados e com unhas devidamente limpas e cortadas.
  • Procure não usar o mesmo calçado seguidamente e, claro, lave a meia depois que usá-la.
  • Para que seus sapatos não virem a morada de chulé, a dica é depois de usá-los, sempre deixá-los em um local bem ventilado.
  • Como já explicamos, as bactérias adoram umidade, por isso, para controlá-las, é preciso sempre secar muito bem os pés após o banho e antes de calçar os sapatos.
  • Se somente a higiene e os cuidados acimas citados não derem conta de afastar o mau cheiro dos seus pés, a dica, então, é apelar para talcos, cremes e sprays antissépticos e antitranspirantes, existem hoje no mercado, várias opções, para todos os bolsos e até em versões perfumadas.

Veja Também: Unhas decoradas para os pés

Evite o Chulé

saiba evitar o chulé

  • Para quem sua muito nos pés, a dica é evitar usar sapatos de plástico, que elevam a produção de suor e não deixam os pés ventilarem como devem.
  • Também é desaconselhável o uso de meias sintéticas, já que elas não absorvem nada do suor, prefira os modelos de algodão, tomando o cuidado de trocá-las todos os dias.
  • Na verdade, quem sofre desse mal deve evitar qualquer tipo de calçado abafado, já que ao ficar fechado, o suor se instala e, pronto, troque diariamente de sapatilhas, tênis, botas e sapatos de couro.

Add Comment