Capriche na escolha das alianças

Cena indispensável em toda cerimônia de casamento que se preze é o momento da troca de alianças entre o noivo e a noiva, não é mesmo?

Seja qual for o contexto, a religião, o porte da celebração, até mesmo sem plateia, no cartório, na intimidade, uma quantidade muito grande de casais opta por representar a solidez de sua união por meio do uso de alianças.

Veja Também: 9 Curiosidades sobre alianças de compromisso

aliancas

A tradição remonta a tempos muito antigos. Alguns atribuem aos hindus o costume de utilizar anéis para simbolizar o casamento. Diz-se também que os egípcios já usavam um anel como símbolo do laço matrimonial, por volta de 2.800 a.C.

Veja Também: 27 itens para o CheckList da noiva

Sendo o círculo uma forma que não tem começo, nem fim, ela representava para eles a eternidade da união selada. Gregos e romanos adotaram a simbologia. Havia entre os gregos a crença de que o terceiro dedo da mão esquerda possuía uma veia que levava diretamente ao coração. Isso influenciou a escolha preferencial do dedo onde até hoje as alianças são usadas.

Veja Também: Chá de Lingerie: Dicas para preparar um

Alianças de casamento

Veja como escolher as alianças

Geralmente quem está para se casar tem milhões de detalhes a programar, muitos afazeres e um monte de preocupações em relação ao evento, a lua de mel, a nova moradia… Mesmo considerando isso tudo, não dá para negligenciar a importância da escolha das alianças, já que elas serão o símbolo duradouro do amor e da cumplicidade do casal. É recomendável que os noivos destinem um tempo para pesquisar as opções – são tantos os modelos, preços, materiais disponíveis! – e achar o par que melhor reflete o estilo e o gosto de ambos.

Veja Também: Curso de Retrospectiva Animada de Casamento e Aniversario

Modelos de Alianças

Os metais mais nobres e resistentes, tais como o ouro e a platina, estão entre os mais procurados pelos casais. É recomendável que o ouro seja 18 quilates, o que representa 75% de pureza. Nos dias atuais, a maior parte dos noivos tem dado preferência às alianças de modelo mais largo e anatômico (arredondado por dentro, para garantir maior conforto). Personalizar também está na moda, seja misturando tipos de acabamento (polido e fosco), cravando diamantes, fazendo gravações externas nas peças… O importante nessa tendência é dar o toque que faça o símbolo parecer único.

Veja Também: 112 itens para sua lista de chá de panela

Alianças personalizadas

Antes de decidir quais alianças adquirir, vale considerar com cuidado a confiabilidade da empresa e de seus metais, o conforto da peça e a harmonia entre a joia e as mãos. Evite, por exemplo, combinar alianças muito pesadas e mãos muito delicadas, dando preferência às joias mais leves. O contrário também merece atenção: opte pelos modelos mais reforçados no caso das mãos serem maiores e mais pesadas. Dedos muito curtos não combinam bem com alianças muito grossas. Para os dedos longos, as opções de modelos harmônicos são mais livres

6 Comentário

  1. Thais Machado dezembro 16, 2015
  2. VIRGILIO NETO março 12, 2016
  3. Rafael abril 7, 2016
  4. David abril 27, 2016
    • Ana Carolina abril 27, 2016

Adicionar comentário