Flacidez: Saiba como evitar e tratar

Atendendo a pedidos, vamos falar um pouco sobre a tão temida flacidez, que aparece quando a pele ou os músculos perdem a sua tonicidade, ou elasticidade, e pode ser causada por diversos fatores, desde gravidez, obesidade, oscilações bruscas de peso e a má alimentação. Sem dúvida, a flacidez é uma das grandes inimigas de um corpo perfeito, e acredite, é uma das muitas queixas das mulheres. Pois bem, o que muita gente não sabe, é que justamente por buscar à qualquer custo o tal corpo perfeito, à base de dietas mirabolantes, exagero nos exercícios, pode estar dando espaço para ela, a flacidez. Portanto, esqueça as dietas muito radicais, aquelas que fazem perder rapidamente muito peso, além de prejudicarem a saúde, elas podem resultar em flacidez. Ok, se esse é o seu caso, nada de ficar borocoxô, pois se de um lado, eliminá-la totalmente é uma tarefa difícil, a boa notícia é que não é impossível, portanto, é hora de arregaçar as mangas, pois vamos mostrar agora, como prevenir ou tratar a flacidez.

Veja Também: Saiba como emagrecer e nunca mais engordar

evitar ou combater a Flacidez
Antes de mais nada, é bom esclarecer que flacidez de pele e de músculo são diferentes: a flacidez de pele é caracterizada por uma frouxidão no tecido e pode aparecer por vários motivos, como excesso de sol, gravidez, efeito sanfona e o próprio envelhecimento natural, que geralmente começa após os 30 anos. Já a flacidez do músculo surge principalmente pela falta de atividade física, além da passagem do tempo, e os dois tipos podem ocorrer juntos ou separados.

Veja Também: Dicas para prevenir o envelhecimento da pele

Veja como evitar ou tentar reverter a Flacidez

1. Alimentação

Mudar a alimentação é a principal dica no combate à flacidez (da pele), sem uma dieta saudável, nada vai funcionar. Comece evitando frituras e alimentos gordurosos, refrigerantes, álcool, tabaco, fastfood, além, claro, de reduzir o consumo de açúcar. Se quiser melhorar sua aparência e ter uma pele mais bonita, aumente o consumo dos seguintes alimentos: frutas cítricas, carnes vermelhas, frango, peito de peru, peixes, ovos, queijos, leite, iogurte, grão-de-bico, soja e lentilha. Também é importante beber bastante água.

Veja Também: 10 alimentos que fazem bem para pele

2. Localizados nela!

Levanto em conta que, geralmente, a flacidez costuma surgir em áreas específicas do corpo, como a parte inferior do rosto, pescoço, parte interna dos braços, abdômen, coxas e glúteos, a prática de exercícios localizados específicos para as regiões do corpo com mais flacidez é uma ótima ajuda. Por exemplo, faça abdominais para reduzir a cintura ou exercícios que utilizem a força do próprio corpo para tonificar os braços, endurecer os glúteos e reduzir ou fortalecer as coxas. Claro que terá que ter foco, persistência, força de vontade e muita disciplina para atingir seus objetivos.

Veja Também: 3 exercícios para você endurecer o bumbum em casa

3. Água fria

Na hora do banho, tente não usar água muito quente, a temperatura morna é a ideal e ao terminar, abra o chuveiro com água fria durante cinco minutos ou o tempo que aguentar, deixando-a escorrer pelas áreas do corpo com maior incidência de flacidez. Acredite, a água fria ajuda a tonificar o corpo.

Veja Também: 10 dicas para prevenir e tratar a foliculite

4. Hidrate seu corpo por dentro e por fora

hidratar para evitar a flacidez

Você já costuma hidratar seu corpo? Ótimo, mas é importante que seja por dentro e por fora, por dentro com a ingestão de muita água e chás, já por fora, na hora de hidratá-lo, opte por cremes hidratantes que contenham a coenzima Q10, colágeno, retinol ou elastina, além de outras proteínas, vitaminas e nutrientes de eficácia comprovada na prevenção da flacidez e na melhoria da saúde da pele. Aplique o hidratante todos os dias, de preferência depois do banho, em movimentos circulares ascendentes.

Veja Também: Beber água ajuda a rejuvenescer

5. Consulte um especialistas

Ok, você mudou seus hábitos, emagreceu com saúde, com a ajuda de exercícios físicos e uma alimentação equilibrada, mas ainda não está está satisfeita? Bem, então talvez seja a hora de procurar ajuda de tratamentos estéticos, que já existem aos montes no mercado, para todos os tipos de flacidez.

Veja Também: Como perder barriga em apenas 2 dias

Tratamentos estéticos

Tratamentos estéticos para reduzir a flacidez
Se você resolveu apelar para tratamentos estéticos, para deixar a pele mais firme de um jeito rápido e eficiente, saiba que existem vários no mercado, com nomes diversos, embora eles trabalhem de forma parecida, estimulando a produção de colágeno, uma das fibras que dá sustentação ao tecido cutâneo. Porém, o aconselhável é antes de iniciar um tratamento, fazer uma avaliação médica para que seja analisado o seu caso, para só então, decidir qual técnica é mais indicada para o seu caso. Veja abaixo quais as opções mais quentes do mercado:

Veja Também: 7 novidades em tratamentos Anti-idade

1.ReFirm ST

Equipamento de radiofrequência de última geração que tem tecnologia tripolar

São utilizadas duas ponteiras (uma grande e uma média) que aquecem tanto a superfície quanto as camadas mais profundas da pele. O calor estimula a produção de colágeno, aumentando a firmeza, além de melhorar o aspecto da celulite. Pode ser usada no bumbum, joelhos, braços, abdômen e coxas. O tratamento dura em média oito sessões, uma vez por semana. O resultado aparece após a quarta. Cada uma delas dura 30 minutos. Quando terminar, é preciso fazer uma sessão por mês para manter o resultado.

Contraindicação: uso de marca-passo ou prótese metálica e gravidez.

Veja Também: 10 dicas para parecer mais jovem

2. Power shape

Combina três tecnologias no mesmo aparelho: laser, sucção a vácuo e radiofrequência

Nesse tratamento, a radiofrequência e a sucção a vácuo preparam a pele para o laser, que rompe as células de gordura. As tecnologias associadas estimulam a produção de colágeno, melhorando a firmeza e a qualidade da pele, além de tratar a celulite. Pode ser usado nos braços, parte interna das coxas, panturrilhas e abdômen. O tratamento dura em média oito sessões, cada uma dura de 20 a 40 minutos. Os resultados começam a aparecer após a quarta aplicação.

Contraindicação: gravidez, uso de próteses de silicone, marcapasso cardíaco, trombose e tumores.

Veja Também: Acabe com olheiras e adie o envelhecimento

3. Accent XL

Com ponteira Unilarge

Aparelho une duas tecnologias, a radiofrequência e ultrassom. Além de cobrir uma área maior, a nova ponteira concentra mais energia, o que acaba potencializando o resultado. Ele aquece a pele, ativando a produção de colágeno e compactando a camada de gordura, também acelera o metabolismo e faz uma drenagem linfática, o que ajuda a combater a retenção de líquidos. Pode ser usado em todas as áreas do corpo, inclusive mãos, panturrilhas e colo. Geralmente são necessárias de seis a dez sessões, feitas quinzenalmente. Cada uma dura 20 minutos. É importante fazer uma sessão a cada três meses.

Contraindicação: doenças do fígado, problemas de coagulação sanguínea, gravidez, uso de prótese metálica ou marca-passo.

Veja Também: Como perder barriga em 1 semana

4. Near Infra Red (NIR)

Equipamento de infravermelho fracionado

Esse tratamento se concentra na superfície da pele, por isso é mais indicado para as magras, que têm flacidez cutânea sem gordura localizada. ?A luz retrai a pele e estimula a fabricação de elastina e de colágeno?, explica Jardis Volpe. A técnica não causa desconfortos. Pode ser usado nos braços, bumbum, abdômen e coxas. Número de sessões: de quatro a seis, realizadas quinzenal ou mensalmente. Depois disso, é preciso submeter-se a uma sessão a cada três meses como manutenção. O resultado é visível após a quarta sessão, cada uma tem duração de 30 minutos.

Contraindicação: gravidez, uso de prótese metálica ou marca-passo.

Veja Também: Conheça os principais inimigos da beleza

5. Thermacool

Aparelho de radiofrequência.

A sessão começa com um resfriamento superficial, depois, a radiofrequência aquece as camadas mais profundas da pele, ativando a produção de colágeno. ?O tratamento tem uma ação continuada: mesmo após seis meses do término, o colágeno continua sendo ativado?, diz Flávia Martelli, dermatologista de São Paulo. “O aparelho tem uma ponteira vibratória que diminui o desconforto e uniformiza a distribuição do calor”, conta Roberta Bibas, dermatologista do Rio de Janeiro. A ponteira de 16 centímetros quadrados permite o tratamento em áreas maiores como abdômen, coxas e braços. O tratamento dura em média uma sessão, mas o resultado surge após dois meses. Se preciso, pode ser reaplicado seis meses depois. Contraindicação: gravidez, uso de prótese metálica ou marca-passo.

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.