Como evitar e tratar a Acne na fase adulta

Para desespero de muitas mulheres, a acne, muito comum na adolescência, tem virado um tormento, atingindo em cheio quem já passou, há muito tempo, da casa dos vinte, o que foi comprovado recentemente, com uma pesquisa realizada pela L’Oreal, na qual foi constatado que 59% das brasileiras têm a pele oleosa e com acne.

Pois é, mas nada de se desesperar, hoje a medicina está muito adiantada, para tudo- ou quase- tem uma solução, por isso, vamos mostrar aqui como evitar e tratar esse mal. Confira nossas dicas.

Como evitar e tratar a Acne na fase adulta

As causas da Acne na fase adulta

As causas, infelizmente, não são poucas, e é preciso identificá-las para poder tratar da melhor maneira possível.

Vale saber que, ao contrário da adolescência, quando a acne está concentrada, geralmente, na zona T, na idade adulta, ela tende a se concentrar na parte inferior do rosto, em volta da boca, no queixo e embaixo da mandíbula.

Os motivos podem ser variados:

  • geralmente, associados aos hormônios, pois podem surgir durante o período menstrual, na gravidez e na menopausa, que é quando ocorre muita alteração hormonal;
  • ou mesmo pela interrupção do uso de anticoncepcionais;
  • ou pode estar associada à síndrome dos ovários policísticos (caracterizada pelo surgimento de pelos, ciclos menstruais irregulares além da acne);
  • ou ainda quando o stress e a falta de sono provocam uma desordem hormonal, aumentando o cortisol e a produção das glândulas sebáceas;
  • por fim, pelo uso de cosméticos que podem não ser específicos para seu tipo de pele, possuindo substâncias oleosas que levam o aparecimento da acne, entre outros…

Veja: Como acabar com a acne na idade adulta

Conheça: 4 truques para acabar com a acne

Como tratar

Pois é, mas ninguém merece ficar com a pele cheia desses sabotadores, por isso, o melhor é tratar logo, não é? E na fase adulta as opções de tratamentos para a acne podem ser tanto tópicas quanto orais.

Como opções tópicas, ou seja, aquelas usadas externamente, vale apostar em produtos com peróxido de benzoíla, antibióticos tópicos, ácido salicílico ou ainda tretinoína ou isotretinoína tópica.

Já, como opções de uso oral, o melhor é que seja através de anticoncepcionais, antibióticos orais e isotretinoína oral.

Conheça: Alimentos que ajudam a combater a acne

Mais: Acne, veja como tratar as cicatrizes

tratar a Acne na fase adulta
Hoje já existem aparelhos portáteis empregando a tecnologia de fototerapia (energia luminosa não invasiva, de baixa potência e não térmica, composto por sondas de LED) desenvolvidos para as pessoas realizarem seus próprios tratamentos no conforto de casa.

Outra opção são os tratamentos clínicos, como o LED também, onde é feita a aplicação de uma luz azul que tem efeito anti-inflamatório e cicatrizante sobre a pele; os peelings (salicílico, retinóico, cristal) que tem efeito secativo; a Luz intensa pulsada e o Fraxel para tratar as cicatrizes avermelhadas (pós-acne).

Veja: A solução para acne mais eficaz que você poderia encontrar

Mais: 4 Receitas caseiras para acabar com cravos e espinhas

Melhor evitar

Como evitar e Acne na fase adulta
Mesmo hoje em dia tendo remédio para quase tudo, ninguém quer ficar perdendo tempo correndo atrás de tratamentos que poderiam ser evitados, não é mesmo?

Então, a dica, para não sofrer com esse mal que incomoda muito e é capaz de destruir qualquer produção, o melhor mesmo é prevenir. Quer saber como?

A primeira dica é, simplesmente, lavar o rosto com sabonete secativo, pois ele tira a oleosidade, para isso, invista em sabonetes que contenham enxofre, ou camomila, ou ácido salicílico.

Porém, evite lavar mais do que duas ou três vezes ao dia, pois o exagero vai acabar estimulando a glândula sebácea a produzindo mais óleo, fazendo com que surjam mais espinhas, e, claro, você não vai querer isso, não é?

Veja: Dermaroller para combater estrias, rugas e cicatrizes de acne

Mais: Existe uma Dieta para Acne que Funciona?

No que acreditar?

Infelizmente, é sempre assim, para tudo acaba se criando mitos e fica até difícil descobrir o que realmente é verdade.

Como a acne atinge muitas mulheres, muito acaba se falando sobre esse problema, mas nem tudo é verdade. Por exemplo, até o nosso querido e amado chocolate é apontado, muitas vezes, como o grande vilão da história, porém, vale saber que chocolate não causa espinhas, ou mesmo o uso de celulares, ou ainda a fronha do travesseiro, nada disso pode ser apontado como possível responsável pela acne.

Por outro lado…é preciso ter muita cautela com o uso de produtos antiacne, esses sim, em excesso, podem acabar aumentando as espinhas, pois, em exagero, eles ressecam a pele e o nosso organismo, e na tentativa de hidratar a pele, acabam produzindo mais sebo.

Conheça: Peeling para manchas de acne

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.