8 sinais de estresse crônico e esgotamento

Veja os sintomas de estresse crônico e esgotamento e saiba identificar os sinais de alerta que indicam que o corpo está trabalhando no limite.

Se encontrar em um estado crônico de estresse não é uma tarefa fácil para o organismo, que pode sofrer com algumas alterações decorrentes do esgotamento mental.

A fadiga e o cansaço que não vão embora, mal-estar, insônia…

São vários os sinais que podem indicar que o corpo já está trabalhando no seu limite.

Separamos alguns dos principais sinais do estresse crônico e esgotamento para você conferir.

Veja: 9 sinais que indicam que seu corpo pede socorro

Veja Também: 7 Alimentos que aumentam o nível de estresse

E Mais: 15 dicas para eliminar o estresse da sua vida

Sintomas de estresse crônico e esgotamento

sinais de estresse crônico e esgotamento

1 – Fadiga e ansiedade generalizada

A fadiga é uma condição um pouco distinta do cansaço, por ser uma sensação de fraqueza e falta de motivação que simplesmente não vai embora – mesmo após algumas horas de descanso.

É um sintoma comum em quadros de estresse crônico e esgotamento, já que o indivíduo se sente desinteressado por atividades que costumavam ser suas favoritas.

Por conta disso, é possível sentir-se frequentemente estressado por situações simples e até mesmo irrelevantes.

Qualquer dificuldade ou contratempo acaba exigindo do indivíduo uma imensa dedicação, como se fosse a coisa mais difícil e trabalhosa possível para ter que resolver naquele momento.

Veja: Nova pesquisa sobre estresse e obesidade revela algo surpreendente

2 – Sintomas emocionais

Em quadros de estresse crônico e esgotamento é comum que a mente simplesmente fique cansada – causando alguns sintomas relacionados ao estado emocional do indivíduo afetado.

Alguns dos sintomas principais relacionados à mente são:

– Isolamento e solidão;

– Sensação de estar sobrecarregado;

– Irritabilidade;

– Mau humor;

– Sensação de depressão.

Veja: 12 sinais de que você está com depressão e não sabia

3 – Cansaço físico X emocional

Estar fisicamente cansado é algo que ocorre com qualquer um, após uma prática esportiva, caminhadas longas e afins. Nesses casos, basta repousar por algumas horas e pronto: Problema resolvido.

O cansaço decorrente do estresse crônico e esgotamento é aquele que surge como consequência da exaustão mental.

Esse tipo de cansaço leva o indivíduo a uma exaustão que está presente em qualquer atividade, mesmo as mais banais.

Portanto, vale a pena identificar qual o tipo de cansaço que se está sentindo, apenas para saber a forma mais adequada de se agir – para reduzir as tensões.

Veja: Cansaço excessivo pode ser um sinal de doenças

4 – Falta de cuidado com a aparência ou higiene

A falta de prazer pode ser um sinal um pouco mais difícil de perceber, já que pode ocorrer de formas sutis na maior parte dos casos.

Indivíduos afetados pelo estresse crônico e esgotamento podem comumente se importar cada vez menos com a higiene ou aparência.

Menos banhos em uma semana, deixar de pentear os cabelos ou de escovar os dentes, utilizar a mesma roupa por dias seguidos…

Essa falta de cuidado pode afetar as mais diversas áreas da vida, podendo até mesmo prejudicar a vida social e em um ambiente de trabalho, por exemplo.

Veja: 15 maneiras inusitadas de aliviar rapidamente o estresse

5 – Sintomas físicos

O estresse crônico e esgotamento podem até mesmo causar sintomas físicos, provocando dores e até mesmo alergias.

Alguns dos sintomas físicos mais comuns nesses quadros são:

– Tontura;

– Gastrite e refluxo;

– Dores musculares;

– Dermatites;

– Enxaqueca;

– Taquicardia e palpitações;

– Hipertensão arterial;

– Falta de ar;

– Bruxismo;

– Tremores.

Veja: 12 plantas que podem ser cultivadas no escritório para reduzir o estresse

6 – Sintomas comportamentais

Da mesma forma como explicamos com os sintomas emocionais e físicos, o estresse crônico e esgotamento podem até mesmo interferir no comportamento do indivíduo afetado.

Os principais sintomas relacionados ao comportamento, decorrentes do estresse, são:

– Negligenciar responsabilidades;

– Evitar compromissos;

– Comer menos (ou mais);

– Dormir muito (ou quase nada);

– Aumento no consumo de álcool, drogas ou cigarros.

Veja: 7 sintomas aparentemente inocentes que podem indicar um grave problema de saúde

7 – Hiperatividade

A hiperatividade ocorre quando o indivíduo em questão passa a reagir com muita dedicação e esforço o tempo todo.

Nessas circunstâncias, a pessoa pode reagir de forma oposta à fadiga, simplesmente correndo para um lado e para o outro o tempo todo – com alta agitação mental.

A impulsividade e dificuldade em focar-se em apenas uma atividade também são sinais que podem acompanhar o quadro.

A pessoa passa a ter vontade de fazer tudo ao mesmo tempo, como se cada coisa fosse a mais importante a ser feita.

Veja: 6 alimentos para comer sempre que estiver nervosa ou estressada

8 – Insônia

Muito comum em casos de estresse crônico e esgotamento.

A insônia é tida como a sensação de incapacidade para dormir, ainda mais quando se une à ansiedade e preocupações.

Uma pessoa pode ter vários tipos de insônia, variando entre aquela que te impede de dormir por várias horas em uma mesma noite, até aquela em que simplesmente priva-se do sono diário – todas as noites.

Veja: Como dormir rápido: hábitos que vão melhorar seu dia a dia

Adicionar comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.