Você sabe se prevenir contra HPV?

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) tem gerado muita preocupação nos últimos anos (8 segredos embaraçosos que você deve contar para o seu ginecologista).

Entre as mais preocupantes está o HPV que é causado pelo Papilomavírus humano.

Essa doença é causada por mais de 200 vírus diferentes e pode causar sérias consequências e sintomas desagradáveis. É muito importante conhecer as maneiras eficazes de se prevenir contra HPV.

Você sabe se prevenir contra HPV?

Por ser uma doença perigosa, a prevenção do HPV deve ter atenção especial. A doença acomete principalmente jovens com idades entre 15 e 25 anos, e atinge mais de 50% das mulheres através da primeira relação sexual. A boa notícia é que 90% dessas mulheres conseguem eliminar o vírus em até 2 anos depois do contágio.

Veja: 10 sinais de que você precisa ir ao ginecologista

Dentre os principais sintomas do HPV está o surgimento de verrugas nos lábios, garganta e região vaginal, inclusive o colo do útero. Quando o problema não é tratado em tempo, há o risco de evoluir para o câncer do colo do útero ou do ânus, tornando a doença ainda mais perigosa.

Veja: 10 coisas que você deve perguntar ao seu ginecologista

A melhor alternativa sempre é evitar a doença, por isso veja a seguir o que você deve fazer para se prevenir contra HPV.

Como prevenir contra HPV?

Prevenção contra HPV

Antes de tudo é importante lembrar que essa doença é transmitida pelo contato sexual, inclusive pelo sexo oral. É importante saber que essa doença muitas vezes não é identificada por nem sempre apresentar sintomas, por isso a melhor maneira de preveni-la é usando camisinha em todo tipo de relação sexual.

Veja: 10 dicas de saúde para as mulheres

Outra forma de prevenir o vírus do HPV é tomando as vacinas que já estão disponíveis nos postos de saúde de todo o Brasil. Uma dessas vacinas previne contra os tipos de vírus responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo do útero. A outra vacina previne contra os tipos de HPV que estão relacionadas a 90% dos casos de verrugas.

Conheça: Maneiras inocentes de contrair HPV que você nunca imaginou

Vacina para prevenção do HPV

É muito importante saber que as gestantes que possuem o HPV e ainda apresentam lesões ativas na genital não devem fazer o parto normal para prevenir que o bebê seja contaminado. Nesse caso, a cesariana é a mais indicada.

Para evitar as complicações da doença também é muito importante realizar exames ginecológicos todo ano, como o exame Papanicolau, que identifica alterações precoces no colo do útero. Esse exame é fundamental para toda mulher com vida sexual ativa.

Veja: 6 Exames médicos que toda mulher deve fazer

Outra maneira de prevenir o HPV e mais doenças sexualmente transmissíveis é evitando a troca constante de parceiros. Afinal, não tem como sabermos quando uma pessoa é portadora de algum vírus contagioso.

No caso de alguma suspeita de HPV procure um médico o quanto antes para realizar o tratamento mais adequado.

Veja: Planos de saúde: vantagens e desvantagens

Adicionar comentário