Como tratar ressecamento e vermelhidão no rosto

Se por um lado o verão exige uma maior atenção às altas temperaturas e os efeitos dos raios solares em nossa pele, no inverno essa atenção não deve ser deixada de lado, pois o tempo frio pode prejudicar também a pele do rosto, trazendo vermelhidão e uma sensação incômoda.

Veja: Como hidratar lábios ressecados

Mais: Como cuidar corretamente da pele no inverno

Isso sem falar que algumas doenças crônicas também podem se agravar com a queda da temperatura, o que requer cuidados em dobro com a cútis nessa estação.

Por isso, mesmo com o frio se despedindo, resolvemos mostrar aqui algumas dicas de cuidados para a pele na estação mais fria do ano.

Como tratar ressecamento e vermelhidão no rosto

Causas do ressecamento e vermelhidão no rosto

As temperaturas baixas, sem dúvida, é uma das principais causas da vermelhidão, que acabam ressecando a área do rosto.

Veja: Receita caseira de máscara facial de Ivo Pitanguy

Nos dias mais frios a transpiração corporal diminui, deixando a pele ainda mais seca, o que pode agravar ainda mais com os banhos quentes e o uso excessivo de sabonetes, que acabam destruindo a camada de gordura que protege a pele. Certamente, isso pode causar irritação e deixar a pele vermelha.

Isso tudo sem falar do incômodo estético, pois o ressecamento acaba deixando um aspecto envelhecido, de uma pele quebrada, não tratada, e claro, ninguém quer isso.

E não dá para fechar os olhos para as patologias que podem vir com o tempo frio, já que nos dias mais frios algumas doenças podem ser exacerbadas por causa do ressecamento da pele, entre elas a dermatite atópica, a dermatite seborreica e a psoríase.

Mais: Receitas de máscaras caseiras para todos os tipos de pele

Como evitar ou tratar

Como evitar ou tratar o ressecamento e vermelhidão no rosto

Hidratação

Certamente, por tudo isso, a hidratação no rosto deve ser turbinada, principalmente quem tem pele seca, que costuma sentir muito mais os efeitos do frio. Portanto, o uso de cremes é fundamental e deve ser feito duas vezes ao dia.

Os hidratantes vão ajudar a melhorar a textura e flexibilidade da pele, deixando-a mais macia e criando uma barreira protetora contra agentes externos, como o vento e frio.

Veja: Dicas para evitar lábios ressecados

O hidratante certo

O hidratante certo para acabar com o ressecamento e vermelhidão no rosto
Mas, vale saber que existe um tipo de hidratante adequado para cada tipo de pele.

É bom estar atento ao tipo de pele para usar o produto adequado, já sabendo que todos os tipos de pele precisam de hidratação, até a oleosa.

O que vai mudar é o tipo de produto a ser usado, por exemplo, quem tem pele oleosa, deve optar por produtos oil free.

Veja: Produtos de limpeza para a pele oleosa

Protetor Solar

Mas os cuidados básicos não ficam só no uso diário de hidratante, é fundamental não esquecer de usar um protetor solar também, e em qualquer estação do ano, em dia com sol e sem sol.

Portanto, já sabe, o uso do filtro solar é essencial tanto para o rosto quanto para o corpo no inverno, um item que não pode faltar no necessaire.

Mais: Dicas para escolher o protetor solar ideal para o rosto

Água

E claro, beber bastante água é fundamental também, embora seja um hábito que costuma diminuir muito no inverno, mas beber água ajuda a manter a pele saudável e hidratada, além de servir para prevenir o ressecamento e a vermelhidão.

É importante ter em mente que o ressecamento, a descamação e a irritação da pele pioram consideravelmente quando a pessoa deixa de beber água no inverno, por sentir menos sede, por isso, nada de relaxar, é preciso manter uma ingestão de líquidos adequada, em média, dois litros de água diários.

Mais: Beber água ajuda a rejuvenescer

Como prevenir

Se o motivo da vermelhidão é o ressecamento for por causa da temperatura, a dica é caprichar na hidratação e aumentar a ingestão diária de líquidos, além de usar a água apenas morna no banho, nada de água quente demais.

Mais: Dicas para manter a pele hidratada no inverno

Quando procurar um profissional

Quem tem doenças de pele, no entanto, como a psoríase e as dermatites, nesse caso, os cuidados devem ser acompanhados por um profissional, que irá indicar o melhor tipo de tratamento para cada caso.

A dica é procurar um dermatologista, para ser feito um diagnóstico adequado e, assim, poder ser indicado o melhor procedimento, já que um tratamento inadequado poderá irritar muito a pele e trazer desconforto.

Adicionar comentário