Primeiro remédio para menopausa sem hormônio

Cerca de 70% das mulheres durante a menopausa levam uma queda significativa na qualidade de vida, pois é, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), os incômodos dessa fase da vida da mulher, dentre eles, o calor insuportável que as mulheres sentem por todo o corpo, fazem com que acabem sendo desenvolvidos medicamentos para aliviar esse mal. Tudo estaria bem se não fosse o simples fato de que esses medicamentos criados até agora, contêm, todos eles, altas doses de hormônios, que embora aliviem os sintomas, podem gerar outros males ainda piores, como alguns tipos de câncer.

 

Remédio para menopausa sem hormônio

Pois bem, a boa notícia é que acaba de ser aprovado, nos Estados Unidos, um novo remédio para menopausa sem hormônio: Brisdelle.

Foto ilustrativa de problemas com a menopausa

O principal princípio ativo de Brisdelle é um antidepressivo chamado paroxetina, um inibidor seletivo da serotonina (neurotransmissor encontrado em várias regiões do sistema nervoso central que têm relação direta com o humor).

Segundo a FDA, no entanto, embora seja preciso encontrar um tratamento sem hormônios, o Brisdelle ainda não é muito eficaz para acabar com o calorão.

Mas, contudo, é mais uma opção, já que devido aos fortes efeitos colaterais dos hormônios (estrógeno ou estrógeno + progesterona), deve ser tentado sempre, primeiramente, qualquer tratamento que não seja á base de hormônios, antes de se optar pelos hormônios, como alguns medicamentos fitoterápicos, que se não curam, ao menos, ajudam a combater o mal com menos efeitos negativos. Porém, muita calma nessa hora, pois até mesmo os fitoterápicos necessitam ser prescritos por um médico, pois é um erro acreditar que fitoterápicos não têm efeitos colaterais.

Primeiro remédio para menopausa sem hormônio

Ficou interessada? Pois é, só que, infelizmente, vamos ter que esperar um pouco, pois, até o momento, não existe previsão do Brisdelle chegar por aqui.

Imagem : DIVULGAÇÃO / GETTY IMAGES

Add Comment