10 dicas para você fazer uma plástica com segurança

É cada vez mais comum, hoje em dia, tentar resolver pequenas imperfeições, remover alguns traços ou volumes que incomodam, através de cirurgias plásticas, que estão a cada dia mais acessíveis a todo mundo, isso sem falar que também é a forma mais rápida de chegar ao objetivo.

Veja Também: Lipoescultura e outras cirurgias Plásticas

Porém, o que muita gente não sabe ou não quer nem parar para pensar sobre esse assunto, é que cirurgia plástica é um procedimento sério, será que vale apena o risco?

Veja Também: Atrizes que são contra cirurgia plástica

É necessário uma avaliação, preparação e de cuidados posteriores, para garantir que não aconteçam imprevistos desagradáveis. Cuidados na escolha do profissional, assim como com o local onde será feita a operação, são só algumas das precauções. Por isso, se você é uma, entre as muitas mulheres que pretendem se submeter a uma cirurgia plástica, veja abaixo as 10 dicas para realizar uma plástica com segurança:

Veja Também: 10 celebridades que já fizeram cirurgia plástica

Plástica com segurança

Dicas para você fazer uma plástica com segurança

1 – A primeira dica, claro, é em relação ao cirurgião escolhido, que deve ser cadastrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Procure ver alguns resultados e se certifique se realmente o médico escolhido para realizar a cirurgia é um membro da sociedade aqui no site www.sbcp-sp.org.br.

Veja Também: Cirurgia plástica de bumbum: Saiba como funciona

2 – Para quem não sabe, os fumantes são considerados pacientes de risco para a realização de qualquer tipo de cirurgia, então a dica, para fazer uma plástica com segurança, é parar de fumar um mês antes da operação e, claro, de preferência, aproveite para parar de vez.

Veja Também: Saiba como corrigir orelhas de abano

3 – Quem sofre de problemas cardíacos ou é diabética, deve pedir um acompanhamento de especialistas durante a cirurgia e também no pós-operatório.

Veja Também: Implante de silicone nos seios: Tire suas dúvidas

4 – No período que antecede a cirurgia, procure manter uma dieta equilibrada, com muitas fibras, para manter a função intestinal e diminuir os níveis de colesterol.

Veja Também: Abdominoplastia para conseguir a tão sonhada barriga chapada

5 – Outro cuidado para uma plástica com segurança é, também antes da cirurgia, fazer todos os exames de rotina solicitados pelo médico, como eletrocardiograma, hemograma, coagulograma, urina e glicemia.

Veja Também: Entenda a diferença entre lipoaspiração e lipoescultura

6 – Também é preciso relatar ao médico todos os medicamentos que está tomando, antes de se submeter a qualquer tipo de cirurgia, mesmo aqueles que julgue inofensivos. Vale ressaltar que antes eram contraindicados os ácidos acetilsalicílicos, anti-inflamatórios, anticoncepcionais e também antidepressivos, pois julgavam incompatíveis com algumas drogas anestésicas no pré-operatório, porém, recentemente, foi descoberto que o ginseng, a ginkgo biloba e a vitamina E também podem interferir na coagulação do sangue, causando hemorragias.

Veja Também: Lipoescultura: tire suas dúvidas sobre essa cirurgia

7 – É bom antes da cirurgia, conversar e tirar todas as dúvidas com seu cirurgião e com o anestesiologista sobre a anestesia a ser empregada.

Veja Também: Lipocavitação: modele seu corpo sem cirurgia

10 dicas para realizar uma plástica com segurança
8 – Para uma plástica com segurança não deixe de tirar todas as dúvidas com seu cirurgião antes da cirurgia, por exemplo, o tempo necessário para sua completa recuperação, pois se pretende fazer uma plástica antes de um evento importante, como uma formatura ou um casamento, por exemplo, é preciso programar tudo com uma certa antecedência.

Veja Também: Mini lipo: Conheça as vantagens da Lipo Light

9 – Não deixe de avisar seu médico em caso de qualquer sinal de resfriado, conjuntivite, herpes ou infecções que surgirem na semana que antecede à cirurgia, já que, nestes casos, o procedimento – para uma plástica com segurança –  deve ser transferido até que o processo infeccioso seja resolvido.

Veja Também: Lipoescultura: menos gorduras e curvas mais definidas

10 – Por fim, mas não menos importante para uma plástica com segurança, é nunca realizar o procedimento achando que irá resolver algum problema do ponto de vista emocional, por exemplo, uma plástica para tentar recuperar um amor perdido, ou achar que ela vai trazer sua juventude de volta, enfim, por isso um bom profissional é fundamental, para saber reconhecer e lidar com situações como essas, pois é mais comum do que se imagina, mulheres lindas, procurarem a plástica como solução para seus problemas emocionais.

Adicionar comentário