Como saber se uma pinta é benigna

Não é de hoje que as pintas e os famosos “sinais” são assunto de pauta de todos nós, não é mesmo?

Seja pelo charme que costumava(e costuma) exibir, seja pelo perigo alarmante que desperta nas pessoas.

A verdade é que nos dois casos a falta de informação pode ser crucial: se você não se importa com o aparecimento repentino de manchas no seu corpo, isso pode ser prejudicial à sua saúde.

Se você se importa demais, pode acabar se preocupando a toa, o que não é nada bom, viver preocupado não é nada saudável também.

Veja: Como Identificar Pintas Malignas

Para todos os casos, hoje vou te ajudar a se preocupar na medida certa. Vem comigo que eu te explico tudo sobre o assunto.

1º O que são pintas?

Bom, vamos começar do início. Para que você saiba quando, como e por quê se preocupar, você precisa antes de tudo saber o que são as pintas.

De forma bem simples: as pintas são pequenos aglomerados de melanócitos. Estes, por sua vez, são células responsáveis por produzir melanina, o que fornece pigmento à nossa pele. Por motivos não tão claros ainda, por vezes, essas células se aglomeram e se unificam formando pequenas bolinhas sob a pele humana.

É importante lembrar que cada melanócito carrega consigo determinada quantidade de melanina que varia de uma célula para outra, podendo ocasionar diferentes cores de pinta na nossa pele.

Veja: Como tirar pintas vermelhas

Como saber se uma pinta é benigna

2º Como identificá-las?

Geralmente as pintas são bem fáceis de achar e se reconhecer. Elas se espalham pela camada basal da nossa pele, que fica logo abaixo da epiderme(parte superficial da pele) e se desenvolvem até mais ou menos os 30 anos de idade.

Sua coloração varia em tons de castanho e como você já deve ter reparado elas são mais comuns em pessoas brancas além de, segundo especialistas, terem relação com a exposição solar.

Veja: Receitas caseiras para tirar manchas do rosto

3º Com o que devo me preocupar?

As pintas em sua maioria são benignas e não oferecem nenhum risco à sua saúde, porém em certos casos, justamente por não oferecerem aparente perigo, você deixa passar algumas delas que podem apresentar sérios problemas.

Um dos problemas mais conhecidos e perigosos relacionados a pintas é o Melanoma, mas você deve conhecer como Câncer de pele. As pintas nada mais são, neste caso, do que um sintoma, extremamente aparente e de fácil reconhecimento.

Veja: Quais são os alimentos que ajudam a prevenir o câncer?

Para que você aprenda a não deixe passar essas pequenas “manchinhas do mal”, que podem gerar casos como o de Melanoma, a área da saúde usa uma regra bem fácil, que vou te ensinar agora mesmo, ela se chama: Regra do ABCDE.

Veja Também: Peeling Vulcânico Para Tirar Manchas da Pele

É muito simples, cada letra representa uma característica a ser verificada:

Câncer de pele

A Assimetria

As pintas benignas apresentam uma simetria, ou seja, todas geralmente são igual em proporções e medida. Caso você observe uma pinta assimétrica, repartida em 2 ou 4 partes, já é um sinal de alerta.

Mais: Manchas na pele: Causas e tratamentos

B Bordas

As pintas apresentam um formato arredondado todo certinho, já percebeu? Quando o se trata de algo maligno, apresenta um formato totalmente irregular e feio, nada fofo como geralmente é.

Veja: Manchas causadas pelo sol: Saiba prevenir e tratá-las

C Cores

Como já disse antes, as pintas benignas apresentam variações de castanho em sua coloração. Geralmente as cores podem variar para muitas outras tonalidades quando oferecem perigo.

Veja Também: Peeling para manchas de acne

D Diâmetro

Essa é muito simples. As pintas do seu corpo apresentam tamanhos até 6 milímetros, e como são quase todas iguais, elas tem o mesmo tamanho se você for parar para observar. Caso apareça alguma pinta maior que as outras, você deve começar a se preocupar. Procure um médico!

Veja: 3 tratamentos para eliminar manchas no rosto

E Evolução

Caso você observe que as pintas do seu corpo estão mudando de tamanho, cor e forma, isso pode ser um sinal de que a mesma não é como as outras e pode não ser benigna como elas, atente-se.

Veja Também: Sol após plástica ou silicone pode causar manchas

4º Como me prevenir de possíveis Pintas Malignas se transformarem em um problema maior?

Agora que você já sabe tudo sobre pintas, passe a utilizar o ABCDE para observar se está tudo certo com as pintinhas espalhadas pelo seu corpo, caso perceba algo diferente do normal e estranho procure um médico o mais rápido possível para diagnosticar se realmente há algum problema com a nova manchinha ou se foi só uma suspeita não confirmada.

Veja Também: Produtos e tratamentos eficazes para clarear a pele

Caso seja descoberto algo maligno, não se preocupe, a medicina está avançada e com a tecnologia em dia, você vai ficar bem rapidamente.

Veja: Como Clarear A Pele de maneira facil e natural

 

3 Comentário

  1. Luiza raimundo outubro 7, 2016
  2. Patrícia outubro 8, 2016

Deixe um comentário