Conheça alguns mitos sobre a higiene feminina

Alguns hábitos da higiene feminina podem parecer comuns e saudáveis, no entanto, eles podem estar fazendo mais mal que imaginamos.

Conheça alguns mitos atribuídos a algumas ações higiênicas do dia-a-dia:

Veja: 5 hábitos que prejudicam a saúde íntima feminina

Higiene íntima

A higiene feminina íntima ainda é pouco explorada e, por causa dos vários tabus em torno dela, se torna uma das mais mistificadas e na qual mais erros são cometidos.

Conheça alguns deles:

Higiene Íntima

Sabonetes íntimos são mais eficientes que sabonetes comuns

Muitas mulheres pensam que, na higiene feminina, o sabonete íntimo é mais eficiente e saudável que o sabonete comum.

No entanto, isso é um erro.

Apesar das propagandas dizerem que esses sabonetes específicos regulam o pH da região íntima da mulher, eles fazem o contrário.

O sabonete íntimo deve ser usado apenas por mulheres que tenham alergia a sabonetes comuns.

Veja: Aprenda a fazer sabonete líquido e em barra

Lenço umedecido é mais eficaz que papel higiênico

Se a região íntima for bem limpa com o papel higiênico, não há a necessidade de uso do lenço umedecido. Esses produtos na higiene feminina pode causar irritações dermatológicos e reações de hipersensibilidade.

Conheça: Higiene Pessoal Básica

Retirar todos os pelos pubianos é mais higiênicos

higiene feminina

Por causa da aparência “mais limpa”, pode-se atribuir a retirada completa dos pelos pubianos como uma boa ação na higiene feminina.

Porém, os pelos estão lá por uma razão, e eles protegem a região íntima da mulher de infecções fúngicas e bacterianas. Por isso, recomenda-se que se deixe um pouco de pelo na hora da depilação estética.

Mais: Dicas e métodos para depilar virilha

A região íntima feminina deve ser bem lavada e várias vezes ao dia

Para lavar bem a região íntima, as mulheres costumam fazer o uso do “chuveirinho” durante o banho. No entanto, esse ato é mais um erro cometido na higiene feminina.

A área pubiana feminina possui bactérias e secreções que mantém o pH ideal e previne a região de infecções. Uma das mais comuns que atingem mulheres que lavam demais a região íntima é a candidíase, uma infecção causada por fungos.

Conheça: Infecções vaginais – Infográfico

Higiene bucal

higiene bucal

A higiene feminina não para por aí. Uma das áreas a qual mais atribuem mitos é a thigiene bucal. Escovas os dentes pode ser mais difícil e envolver mais detalhes que você imagina.

É preciso tomar cuidado com o modo com o qual se escova os dentes, a intensidade e velocidade da escovação e até a hora do dia de fazer a higiene bucal.

Por isso, confira alguns erros comumente cometidos durante a escovação:

Escovar os dentes depois de comer

Esse talvez seja um dos maiores mitos que existem sobre a higiene bucal. É errado escovar os dentes logo depois das refeições.

Os especialistas recomendam uma espera de cerca de 30 minutos. Isso porque algumas comidas e bebidas podem ser ácidas, como sucos de frutas cítricas e tomate. Essa acidez desgasta o esmalte dos dentes, tirando toda a proteção e os tornando sensíveis.

Quando os dentes são escovados e essa acidez ainda está presente, a ação de danificar o esmalte é mais intensa.

Logo, é preciso esperar essa meia hora para que o pH da boca fique equilibrado e atinja níveis normais.

Veja: A importância da saúde bucal

Escovar os dentes durante o banho

Escovar os dentes no banho pode ser um meio de otimizar o tempo, mas os especialistas alertam que é um erro.

O ato de higienizar os dentes precisa de atenção e foco e deve ser feito na frente do espelho para que a posição da escova esteja correta.

Conheça: 5 dicas para ter um hálito puro e perfumado

Enxaguar os dentes

Podemos ter a impressão de que enxaguar bem a boca depois da escovação é o meio mais eficiente de higienização.

No entanto, bochechar e cuspir apenas uma vez basta. Assim, o flúor da pasta de dente pode permanecer por até 30 minutos após a escovação, agindo de maneira mais eficiente.

Veja: Como é feito o implante dentário

Escovar com força

Apesar de parecer que escovar os dentes com força é mais eficiente, este é um conceito errado. A força na hora da escovação pode danificar o esmalte dos dentes e a gengiva.

Adicionar comentário