Intolerância à lactose: causas, sintomas e tratamentos

A intolerância à lactose é a incapacidade do organismo de processar esse tipo de açúcar presente em leites e derivados.

A deficiência pode atingir mais pessoas que as estatísticas mostram, já que possui sintomas comuns que, muitas vezes, são ignorados.

Mais: Intolerância à lactose : mitos e verdades

Causas

A intolerância à lactose acontece por causa da deficiência de lactase, que é uma enzima que quebra as moléculas de lactose ingeridas pelo organismo através do consumo de leite e derivados com o objetivo de transformá-las em glucose e galactose. As causas dessa intolerância dependem do tipo da incomplacência.

mulher com intolerância a lactose

Condição favorável ao nascer, ou intolerância primária

A pessoa nasce com uma condição favorável à deficiência. Nesse caso, é muito provável que os sintomas apareçam em algum momento da vida – geralmente na infância – e não há como escapar.

Por o leite ser a principal fonte de nutrição do bebê, o corpo da criança produz a enzima lactase em demasia.

Conforme a dieta é variada com o passar dos anos, a produção de enzima cai significantemente. Se a criança tiver nascido com a propensão de intolerância à lactose, essa produção cai mais que o normal e a doença é desenvolvida.

Veja: Planos de saúde: vantagens e desvantagens

Por problemas intestinais, ou intolerância secundária

Nesse caso, a pessoa desenvolve a intolerância após alguma doença, ou problema no intestino. Os sintomas, nessa situação, começam a aparecer quando o paciente já é adulto.

Nesses casos, de cirurgia, lesão, ou doença, o intestino delgado para de produzir a lactase normalmente, causando a intolerância à lactose.

Algumas doenças e situações que podem causar isso são a gastroenterite, AIDS, Doença de Crohn, doença celíaca e tratamentos agressivos como a quimioterapia.

Conheça: 6 Exames médicos que toda mulher deve fazer

Sintomas

Os sintomas mais recorrentes de quem tem intolerância à lactose podem ser cólicas abdominais, gases, flatulência, diarreia e abdômen inchado.

Se o intolerante for criança, ou adolescente, ele pode sofrer também de náuseas e vômitos, sintomas que não são muito comuns nos adultos.

Além disso, a força que o organismo faz para fermentar a lactose ingerida produz ácidos que saem com as fezes e causam assaduras no ânus.

Estima-se que esses sintomas aparecem entre 30 minutos e duas horas depois da ingestão de leites e derivados.

A intensidade dos sintomas vai depender de acordo com a quantidade de lactose ingerida pela pessoa e da situação da produção da enzima lactase: quanto menor a produção da enzima, maiores as chances de os sintomas serem fortes, mas isso não é uma regra.

A intensidade dos sintomas da intolerância à lactose pode depender também com a quantidade de bactérias intestinais de cada organismo.

Vale lembrar que pelos sintomas serem genéricos e estarem presentes em diversas outras doenças, é importante observar se eles aparecem somente após a ingestão de derivados de leite. De qualquer forma, na presença desses sinais, é preciso ir ao médico e verificar o que acontece com o seu organismo.

Conheça: 6 doenças autoimunes comuns

sintomas da intolerância a lactose

Como saber se você é intolerante à lactose?

Para realizar o diagnóstico, alguns exames podem ser feitos:

Exame de hidrogênio expirado

Neste exame, o paciente toma um líquido com muita lactose. O médico, então, avalia a quantidade de hidrogênio presente no hálito do paciente. Quanto mais hidrogênio, maior a chance de ter a doença.

Mais: Biomassa de banana verde emagrece e previne doenças

Exame de tolerância à lactose propriamente dita

Também após ingerir um líquido com muita lactose, o paciente faz um exame de sangue para checar os níveis de glucose na corrente sanguínea.

Mais: Chá de amora emagrece, previne e combate doenças

Medidor de ácidos:

Depois de ingerir o mesmo líquido, o paciente passa por uma avaliação por um medidor de ácido. A lactose não processada no organismo produz ácido láctico. Quanto maior for a presença do ácido, mais intolerante o paciente é.

Mais: Dieta sem Glúten: emagreça e evite doenças

Tratamentos

No caso da intolerância secundária, o tratamento da doença que causa a intolerância à lactose pode acabar com o grau da insuficiência de lactase no organismo.

Porém, os outros tipos não possuem um tratamento específico e o paciente terá de lidar com a doença através da adaptação da dieta, ou ingerir comprimidos de lactase receitados pelo médico.

Veja: Intolerância ao glúten? Veja dicas para uma vida gostosa e saudável

Adicionar comentário