Dieta Japonesa faz perder até 8 Kg em 1 semana

Quem está pensando que a Dieta Japonesa se trata de uma dieta rica em peixes, arroz e tudo mais…hum, está tremendamente enganado.

Veja Também: Comida japonesa e dieta: Veja como não errar

Embora a culinária japonesa seja repleta de alimentos ricos em nutrientes, essa dieta japonesa que estamos falando é uma “dieta maluca” conhecida no japão e não tem nada a ver com a alimentação tradicional do japonês. Na verdade, se trata de uma dieta de emergência, que serve para dar um choque calórico no organismo, provocando, desta forma, uma enorme perda de peso.

Veja Também: 5 Dicas para Você Emagrecer Urgente

Dieta Japonesa

Para quem se interessar, vale ressaltar que essa dieta japonesa não se trata de nenhuma reeducação alimentar, na verdade, essa é uma dieta extremamente restrita, porém, está fazendo enorme sucesso por prometer reduzir de 6 kg a 8 kg em uma semana, claro, dependendo do peso de cada um. Porém, para que a dieta dê certo, é preciso segui-la à risca, não pode sair da linha.

Veja Também: 20 dicas infalíveis para seu sucesso na dieta

Lembrando que dietas restritivas, apesar de apresentarem resultados visíveis em pouco tempo, podem provocar grande perda de massa muscular e mal estar. Portanto, essa dieta, assim como outras também muito radicais, deve ser seguida somente por 7 dias, depois, quando provavelmente já tiver alcançado um bom resultado, o ideal é adotar uma alimentação saudável, não tão restritiva.

Veja Também: Dieta certa para um emagrecimento saudável

Como funciona a Dieta Japonesa

Como funciona a Dieta Japonesa
A dieta japonesa é muito radical, não permite nenhum escorregão, portanto, deve ser seguida à risca, nem sequer permite substituições. A dieta é baseada em baixíssima ingestão de calorias, por isso, é adotada por quem pretende perder muito peso de forma rápida, mas claro, é importante saber que não pode ser mantida por muito tempo.

Recomendo que você consulte a Tabela de Calorias dos Alimentos.

Dieta Japonesa é muito radical
Outro fator que deve ser ressaltado é que o cardápio da dieta japonesa não é baseado nos pratos típicos da cultura japonesa, suas refeições contam com frutas, legumes e verduras, o que nutre seu corpo e pode ser consumido sem maior preocupação. No entanto, é muito difícil manter a dieta, pois ela apenas permite que você faça três refeições diárias e em pouca quantidade e restringindo os carboidratos e até proteínas de origem animal.

Veja Também: 5 Frutas que ajudam emagrecer

Na dieta japonesa o consumo de chás e café está liberado, o que é ótimo, já que essas bebidas proporcionam um melhor funcionamento de seu metabolismo, servindo para turbinar a perda de peso e até induzir à eliminação de toxinas. Com o metabolismo sempre em pleno funcionamento, todos os sistemas de seu corpo trabalharão com mais eficiência para conquistar o corpo que deseja, ou seja, chegar ao peso que necessita ou deseja.

Veja Também: 10 passos para conquistar um corpo em forma

Assim como nas outras dietas, é aconselhável beber bastante água, ajudando a desintoxicar o corpo e controlar a fome. Para isso, o ideal é beber cerca de 3 litros de água por dia.

Sem dúvida, uma das vantagens dessa dieta é o fato dela ser super barata, com alimentos acessíveis.

Veja Também: Dieta da água para você perder peso e eliminar toxinas

Dieta Japonesa é barata
A dieta japonesa é extremamente restrita, portanto, quem quiser levá-la até o fim, deve ter muita força de vontade e estar disposta a fazer sacrifícios. Ela, como qualquer dieta muito radical, pode proporcionar momentos de desânimo e grande ansiedade, a dica, nesses casos, é lembrar dos resultados que está buscando e que ela não irá durar por muito tempo.

Veja Também: 6 Técnicas para você combater a ansiedade

É fundamental que as refeições não sejam puladas, já são muito poucas, isso não fará com que emagreça mais rápido, só poderá causar mal estar e fraqueza. Seu corpo já estará deficiente em relação à uma alimentação normal, então não pule as refeições propostas nessa dieta, você só terá 3 ao dia. Então, adiar ou pular qualquer uma dessas refeições será garantir desequilíbrios em seu organismo.

Veja Também: 10 erros mais comuns em uma dieta para emagrecer

Exercícios físicos

Dieta Japonesa e Exercícios físicos
Vale lembrar que essa dieta é muito restritiva, com poucos carboidratos, fundamentais para quem pratica exercícios. Portanto, os exercícios físicos, que são fundamentais em qualquer plano de emagrecimento e são também durante essa dieta, devem ser feitos com moderação, mas devem ser feito, já que ajudarão a intensificar a sua perda de peso, pois não há como emagrecer de forma saudável sem que seja acompanhada por atividades físicas.

Veja Também: Dieta das 3 horas para você emagrecer de forma saudável

Se você tem pressa e quer emagrecer rapidamente, em 6 semanas, ou até menos, o Programa Corpo de 21 é tão simples, mas tão simples, que se você seguir o passo a passo é praticamente impossível você não emagrecer.

Cuidados

Embora a prática de exercícios físicos seja fundamental, se perceber uma grande fraqueza ou mal estar durante ou após as sessões, elas devem ser suspensas. Todo o cuidado é pouco quando se trata de saúde, o seu corpo poderá reagir negativamente à carência de carboidratos, o certo é priorizar o seu bem estar e analisar suas reações e se mesmo suspendendo as atividades físicas perceber que está tendo tonturas e fraquezas durante o dia, aí, então, deverá abandonar a dieta.

Veja Também: 7 erros de quem tem pressa para emagrecer

Cardápio da Dieta Japonesa

Cardápio da Dieta Japonesa
Segunda-feira:

Café da manhã: Café ou chá com adoçante;

Almoço:  Dois ovos cozidos com sal e verduras;

Jantar: Um bife grande e salada de pepino e alface.

Veja Também: Enxugue medidas a Dieta do Abacaxi

Terça-feira:

Café da manhã: Café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;

Almoço: Verduras e frutas e um bife grande;

Jantar: Apenas presunto à vontade.

Veja Também: Dieta do ômega-3 para você secar gordura em 1 mês

Quarta-feira:

Café da manhã: Café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;

Almoço: Dois ovos cozidos, salada e tomate à vontade;

Jantar: Salada de repolho, cenoura e chuchu à vontade.

Veja Também: 8 Aplicativos que vão te ajudar a perder peso

Quinta-feira:

Café da manhã: Café ou chá com adoçante e um biscoito água e sal;

Almoço: Um ovo cozido, cenoura crua ou cozida à vontade e uma fatia de queijo muçarela;

Jantar: Salada de fruta à vontade e um iogurte natural.

Veja Também: Shake para emagrecer: 5 receitas deliciosas

Sexta-feira:

Café da manhã: Café ou chá com biscoito água e sal;

Almoço: Tomate à vontade e filé de peixe frito;

Jantar: Bife e salada de frutas à vontade.

Veja Também: Dieta Ortomolecular para você emagrecer com saúde

Sábado:

Café da manhã: Café ou chá com biscoito água e sal;

Almoço: Frango assado a vontade;

Jantar: Dois ovos cozidos com sal.

Veja Também: Dieta do Repolho: Perca até 5 kg em um mês

Domingo:

Café da manhã: Café ou chá com biscoito água e sal;

Almoço: Um bife grande e frutas à vontade;

Jantar: Comer o que quiser dentro desse regime.

2 Comments

  1. Laís Oliveira outubro 24, 2014
  2. Karen setembro 25, 2018

Add Comment