Cirurgia plástica de bumbum: Saiba como funciona

É cada vez maior a procura pela gluteoplastia, conhecida também como cirurgia plástica de bumbum, e isso se deve, na maioria das vezes, pela busca desenfreada pelo bumbum perfeito, tão valorizado no nosso país. Com isso, estamos vendo pessoas, sem nenhum problema sério que justifique uma cirurgia, optar por essa forma tão radical de resolver probleminhas que, em sua maioria, seriam resolvidos com exercícios e tratamentos estéticos. Porém, quando um problema afeta a autoestima de uma pessoa, claro, ela tem, sim, que tentar resolvê-lo. Por isso se você não está nada satisfeita com seu bumbum, já fez ginásticas, tratamentos e não se sente nada bem com o que Deus lhe deu, saiba agora um pouco mais sobre a cirurgia plástica de bumbum.

Veja Também: 3 exercícios para aumentar o bumbum

Pois é, se no seu caso, apesar de participar das aulas de glúteos várias vezes por semana e pegar pesado em aparelhos de musculação, o seu bumbum continuar “projeção zero”, antes de entrar em depressão ou pensar em adotar uma burca para ir à praia, talvez seja a hora de pensar seriamente em uma cirurgia plástica de bumbum, ou gluteoplastia.

Veja Também: 13 Dicas para ter um bumbum durinho e sem celulite

Veja como funciona a gluteoplastia ou cirurgia plástica de bumbum

O termo gluteoplastia, na verdade, é como denominamos toda cirurgia para remodelar a região glútea, sendo que a mais conhecida é a gluteoplastia de aumento, ou implante de glúteos, aumento de bumbum, silicone de bumbum, silicone de glúteos, aumento de nádegas ou simplesmente prótese de glúteo, uma cirurgia na qual é colocada uma prótese de silicone nos glúteos, dando volume e melhorando a flacidez da região.

Veja Também: 3 exercícios para você endurecer o bumbum em casa

Para quem já está aí pensando em fazer uma cirurgia plástica de bumbum, saiba que poderá optar por três tipos de próteses: redondas (que serve para dar mais volume à região superior das nádegas, principalmente), quartzo (para pessoas altas e com nádega longa) e ovais (para aumentar as nádegas lateralmente também). Elas são feitas de gel coesivo de tamanhos entre 150 e 480 ml, dimensões que devem atender o padrão corpóreo da paciente e sua vontade.

Veja Também: Como tonificar o bumbum naturalmente

Na verdade, como a maioria das brasileiras busca na gluteoplastia a assimetria da região, melhoria nas nádegas e, claro, para quem não é bem servida, ter um bumbum maior, a prótese mais pedida por aqui é a redonda.

Indicações para a Cirurgia Plástica de bumbum

  • Nádegas pequenas
  • Bumbum retraído
  • Glúteos desproporcionais ao corpo
  • Busca por mais volume do que contorno

Vale ressaltar que, essa cirurgia não é indicada para pessoas que têm a flacidez muito acentuada na região, que nesses casos, para esses casos o mais indicado é primeiro retirar o excesso de pele da região para, só depois, poder colocar o silicone.

Veja Também: 10 dicas para prevenir e tratar a foliculite

conheça a Cirurgia plástica de bumbum

Mais uma vez é bom lembrar que, antes de optar por essa solução tão radical, existem exercícios e treinos que podem deixar o bumbum durinho e são alternativas menos drásticas.

Veja Também: Cirurgia Plástica, vale apena o risco?

O procedimento

como é o procedimento da cirurgia plástica de bumbumA cirurgia plástica de bumbum dura, geralmente, de três a cinco horas, é feita, após a administração de uma anestesia geral ou peridural, através de uma pequena incisão no vinco lombar natural, localizado no cóccix, entre as nádegas, pela qual, são introduzidas e alojadas as próteses, na maioria das vezes, atrás do músculo do bumbum.

Veja Também: Atrizes que são contra cirurgia plástica

Pós-operatório

A paciente, depois da cirurgia plástica de bumbum, deve repousar, para diminuir o risco de possíveis complicações, como sangramentos, deiscência (abertura) de cicatriz e deslocamento das próteses. A dor é controlada por remédios, e durante a primeira semana, é essencial manter a região higienizada e dormir de bruços para evitar dores. Depois de sete dias já é possível sentar, mas sempre com cuidado.

Veja Também: Implante de silicone nos seios: Tire suas dúvidas

Cicatriz

A cicatriz que resulta desse tipo de cirurgia é discreta e a internação é de um dia, é utilizado um dreno de aspiração de 4 a 7 dias pós-operatório, para que a região não fique com hematomas.

4 Comments

  1. Terezinha agosto 28, 2014
    • Denise Helena agosto 29, 2014
  2. vera outubro 19, 2016
  3. milla fevereiro 12, 2017

Add Comment