A dieta certa para cada fase da vida

Muita gente não imagina, mas a nossa alimentação deve mudar com o passar dos anos, ou seja, existe uma dieta certa para cada fase de nossa vida.

Afinal, ao longo dos anos, a necessidade de certos nutrientes muda de acordo com nossa faixa etária, sendo fundamental a adequação de hábitos alimentares para a qualidade de vida e bem-estar.

Veja Também: Dieta certa para um emagrecimento saudável

E mais: 20 dicas infalíveis para seu sucesso na dieta

Curta: Nossa Página no Facebook

Siga: Nosso Perfil no Google+

A dieta certa para cada fase da vida

Pensando nisso e no fato da grande maioria das pessoas ainda ignorar essa necessidade, resolvemos mostrar aqui um cardápio elaborado para cada fase da vida: infância, adolescência, adulto e terceira idade.

Veja Também: 8 maneiras de dar UP na sua rotina para ter uma vida mais saudável

A dieta certa na infância

A dieta certa na infância

Essa é a fase da amamentação, lembrando que, nos 6 primeiros meses de vida, o leite materno é fundamental para a saúde do bebê, justamente, por ser um alimento completo.

Nessa fase é que oferece à criança qualidade e a quantidade ideal de nutrientes, com proteínas, açúcares, gorduras, sais minerais e vitaminas na medida certa.

E mais, o leite materno também hidrata, fornecendo água, protegendo contra infecções comuns dessa fase.

Veja Também: Os 10 principais gastos no primeiro ano do bebê

Desmame:

Saiba quando desmamar o seu bebê

Depois dos seis meses, o leite materno já não supre todas as necessidades nutricionais da criança.

Por isso, é fundamental começar a introduzir ingredientes complementares, tais como cereais, frutas, legumes tubérculos, carnes, leguminosas, três vezes ao dia, assim como grãos (cereais e feijões), e verduras.

Lembrando que é nessa fase, justamente, que as crianças passam a desenvolver a mastigação, deglutição, digestão e excreção, as habilitando, portanto, a ingerir outros alimentos.

Veja Também: 13 maneiras simples de estimular seu bebê a falar

A dieta certa na adolescência

A deita certa na adolescência

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, no período da adolescência – dos 10 anos de idade até os 20 anos – ocorrem intensas transformações físicas, psicológicas e comportamentais.

Por isso, nessa fase, o rápido desenvolvimento físico faz com que os jovens necessitem de maior quantidade de calorias, sendo fundamental incentivá-los a um café da manhã saudável e a um almoço completo, isso quer dizer, com proteínas (leite, iogurte, queijo, ovo, presunto magro, peito de peru, carne de boi magra, peixe ou frango), carboidratos (pães, cereais, arroz, macarrão, batata, etc.), legumes, verduras e frutas.

No jantar, no entanto, o ideal é investir em um prato mais leve.

Veja Também: Adolescentes estão mais propensas a transtornos alimentares

Como deve ser a dieta de um adolescente

Vale saber que uma alimentação inadequada, que não priorize as necessidades nutricionais, pode interferir na altura e na disposição física e mental dos jovens, prejudicando suas atividades e desenvolvimento.

Segundo estudos, as vitaminas A, E, B6, ácido fólico, cálcio, ferro e zinco vem sendo consumidas pelos jovens em um nível abaixo de suas necessidades.

Veja Também: Os 10 mitos mais destruidores sobre Nutrição e Emagrecimento

A dieta certa na fase adulta

A dieta certa para adultos

Sem dúvida,o dia a dia cada vez mais corrido, o stress diário e o sedentarismo, somados à oferta abundante de fast-food, ou alimentos saborosos e calóricos, acabam prejudicando, e muito, a busca por uma alimentação equilibrada.

Durante essa fase são observados dois grandes problemas na alimentação, um é relacionado à escolha errada do cardápio, o outro é o número de horas sem se alimentar, uma combinação que acaba resultando em doenças crônicas degenerativas, como a obesidade, a hipertensão e o diabetes.

Embora não exista nenhum alimento que deva ser consumido em maior quantidade, existe, no entanto, a necessidade de alcançar um equilíbrio, procurando variar a alimentação, garantindo, assim, a ingestão adequada de todos os nutrientes (proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas, sais minerais e fibras).

Veja Também: Conheça 7 mitos sobre a alimentação intuitiva

Como deve ser a alimentação de um adulto

Essa variedade significa ingerir alimentos de todos os tipos, desde grãos, raízes, feijão, arroz, tubérculos, farinhas, legumes, verduras, frutas, castanhas, leite, ovos e carnes, milho, batata, mandioca, tomate, abóbora, laranja, banana, frango, peixes etc.

E mais, se utilizados com moderação, os óleos, gorduras, sal e açúcar podem contribuir para diversificar e tornar mais saborosa a alimentação, sem que prejudique sua qualidade nutricional.

Vale ter em mente, também, que é fundamental procurar fazer dos alimentos “in natura” ou os minimamente processados, a base da alimentação.

Veja Também: O caminho para uma alimentação saudável

A dieta certa na terceira idade

A dieta certa na terceira idade

Certamente, nessa fase da vida as necessidades são outras, alguns nutrientes importantes nessa fase da vida são:

cálcio;

ferro;

zinco;

magnésio (vegetais folhosos são as melhores fontes, seguidos por legumes, produtos marinhos, nozes, cereais e derivados do leite);

fósforo (semente de abóbora seca, soja assada, amêndoa, Castanha do Brasil, semente de girassol, sardinha, amendoim);

Vitamina D (Leite e derivados, ovos, margarinas, peixes);

Vitamina A (fígado, leite e derivados, ovos, cenoura, batata doce, manga, espinafre, folhas de brócolis);

Vitamina C (limão, laranja, mexerica, caju, goiaba, manga, mamão, morango, kiwi, acerola e carambola e hortaliças, como o tomate, o pimentão, a couve e o repolho);

Vitamina B12 (alimentos de origem animal são as únicas fontes naturais de vitamina B12, como produtos lácteos, carne, fígado, peixes, ovos).

Veja Também: Ciência revela o exercício secreto que promete aumentar a longevidade

Como deve ser a alimentação na terceira idade

Então, como podemos perceber, cada fase tem suas necessidades próprias e é fundamental tentar supri-las para que se possa viver bem, de uma forma tranquila e saudável.

Veja Também: Os melhores exercícios para cada idade

Adicionar comentário