9 dicas financeiras para recém casados

O casamento é um grande passo na vida, pois de um momento para o outro as suas prioridades se transformam.

Para que essa nova etapa ofereça a felicidade esperada pelo casal é essencial ficar atento a questões como o controle das finanças.

Ter problemas financeiros pode ser um empecilho para conseguir construir uma base sólida para o relacionamento.

Veja agora 9 dicas financeiras para recém casados.

Veja Também:

7 Dicas de convivência para recém casados

dicas financeiras de recém casados

Dicas financeiras para recém casados

Dentre as dicas, mostramos como é importante continuar a ter um planejamento financeiro individual assim como criar um conjunto.

Também é essencial ter o bom hábito de conversar com o parceiro sobre os gastos. Vocês podem chegar a um ponto em comum em relação as finanças do casal.

Veja Também:

Os 10 principais gastos no primeiro ano do bebê

As mudanças no casamento com a chegada dos filhos

10 Dicas para manter um bom casamento após o nascimento dos filhos

Dica 1 – Orçamento individual

A tendência de alguns casais é deixar de ter um orçamento individual para manter apenas o orçamento do casal.

Claro que a partir do momento que vocês decidiram morar juntos aceitaram a condição de dividir as contas da casa, mas é importante que ainda exista um controle individual.

Tenha a sua planilha de gastos e entradas, lembre-se que você ainda precisará ter esse controle.

Veja Também: 9 regras inquebráveis para casais que querem morar juntos e sobreviver

Dica 2 – Orçamento do casal

O orçamento em conjunto é importante também, então em paralelo ao orçamento individual crie junto com o parceiro uma planilha com as contas da casa. Vocês devem manter essas planilhas conversando entre si.

O que deve acontecer é a criação de uma proporção, isto é, fazer com que os gastos pessoais não interfiram no orçamento do casal.

Veja Também: 20 dicas infalíveis para você ter um relacionamento duradouro

Dica 3 – Tenham controle sobre entradas e saídas

Tal qual uma empresa, as finanças do casal devem ser administradas com controle do dinheiro que entra e sai.

Nos primeiros meses é interessante que o casal anote com mais detalhes no que está gastando. Ás vezes é possível encontrar gastos que podem ser cortados.

Veja Também: 10 dicas para você decorar sua casa sem gastar muito dinheiro

Dica 4 – Tenham fluxo de caixa

Ainda seguindo a lógica da administração de uma empresa para as finanças do casal é importante ter o hábito de manter dinheiro em caixa, isto é, uma quantia que sirva como uma reserva para momentos difíceis.

Entenda que não estamos falando sobre a poupança oficial do casal, esta deve ser pensada para o futuro.

Ter dinheiro na conta (é bom ter uma conta conjunta) para eventuais despesas inesperadas evita a criação de dívidas.

Veja Também: Poupança na cozinha: saiba como fazê-la

Dica 5 – Conversem sobre as finanças

Dinheiro é um dos principais motivos de discordância e final de relacionamentos, isso acontece porque os casais não costumam estabelecer um diálogo sobre as finanças.

Conversar sobre dinheiro com o parceiro nem sempre é algo fácil, mas é bom ter o hábito de discutir os rumos que se pretende tomar em relação ao que vocês têm disponível.

Veja Também: 7 dicas para não gastar muito no happy hour

Dica 6 – Contribuição de cada um

No momento de definir com quanto cada um irá contribuir para a manutenção da casa, é importante considerar o quanto cada um ganha.

Quando existe uma grande discrepância de rendimentos é importante que haja essa proporcionalidade. Manter uma reserva pessoal de dinheiro também é bom para assegurar o seu futuro.

Veja Também: Economize mais: faça o seu próprio sofá

Dica 7 – Façam investimentos

Casal que investe junto consegue realizar objetivos maiores juntos. Uma dica é estabelecer objetivos em comum e assim começar a economizar além de fazer aplicações.

Por exemplo, se vocês desejam comprar uma casa própria no espaço de cinco anos podem investir num fundo de investimento que permite ter o valor da entrada do imóvel nesse espaço de tempo.

A escolha dos fundos de investimento pode ser feita através de consulta de um especialista.

Mais: Veja como decorar o quarto de bebê sem gastar muito

Dica 8 – Cuidado com os gastos

Essa é uma das dicas financeiras para recém casados que se mostra mais válida uma vez que no início da vida a dois é normal desejar sair mais vezes para jantar fora, ou mesmo comprar uma série de itens de decoração ou eletrodomésticos para a casa.

Tente frear esses desejos de viver situações assim com o seu amado e controle os seus gastos.

Vocês podem estabelecer um dia na semana para fazer algo especial e tentar intercalar jantares em restaurantes com jantares especiais feitos em casa.

Veja Também: 8 coisas que pessoas bem-sucedidas têm em comum

Dica 9 – Sejam sinceros um com o outro

Os recém casados estão descobrindo aos poucos peculiaridades a respeito do parceiro(a) e nesse momento é importante saber de questões como o nível de endividamento do outro, quanto ganha enfim questões práticas.

Nossa recomendação é que antes do casamento o casal sente e coloque tudo na ponta do lápis.

Veja Também: Trocar a festa de casamento por uma viagem: Prós e Contras

Adicionar comentário