7 erros que impedem que os remédios façam efeito

Na maior parte das vezes, quando nos sentimos mal, confiamos que é só tomar o remédio e pronto: Tudo melhora.

Infelizmente, não é bem assim que funciona.

Existem diversos fatores que podem influenciar na eficácia do medicamento, alguns podem até mesmo cortar o efeito quase por completo.

Falaremos nessa matéria sobre erros que impedem que os remédios façam efeito, então fique de olho!

Confira sete erros que impedem que os remédios façam efeito.

Veja Também: 3 medicamentos que aumentam risco de infarto e que são vendidos sem prescrição médica

E mais: 17 medicamentos perigosos que você usa sem prescrição médica

Conheça os erros que impedem que os remédios façam efeito

1 – Deixar o tratamento pela metade

Quem nunca passou pela situação de ter que continuar tomando um remédio por mais um mês, ainda quando já está se sentindo melhor?

Devido a este fato, muitas pessoas acabam simplesmente parando de tomar o medicamento – mesmo quando a receita ainda diz que é preciso continuar com o tratamento.

Além de ser um dos erros que impedem que os remédios façam efeito, ainda pode fazer com que a doença retorne.

Afinal, não foi 100% eliminada.

Mantenha em mente que é importante seguir a risca todas as instruções acerca do tratamento para obter bons resultado. 

Veja Também: Anticoncepcional moderno aumenta em até 4 vezes o risco de trombose

2 – Não respeitar o Horário

Tomar o remédio em horários diferentes aos prescritos pelo médico pode comprometer (e muito) a eficácia do tratamento, principalmente quando tratamos de antibióticos.

O horário para tomar o remédio garante que a concentração do fármaco no organismo estará sob controle.

Caso você tenha dificuldade em lembrar-se todos os dias o horário de tomar o remédio, procure o auxílio de um aplicativo para se organizar.

Existem diversas formas, seja com alarmes programados sempre para o mesmo horário, anotações… o importante é não esquecer.

Veja Também: Pílula do dia seguinte e gravidez ectópica tem relação? Tire suas dúvidas!

3 – Muitos remédios ao mesmo tempo

Caso você já faça uso de mais de um remédio, pergunte ao médico se tem algum problema toma-lo juntamente ao que ele acabou de te prescrever.

Alguns medicamentos, quando tomados juntos, podem causar interações indesejadas, sendo um dos principais erros que impedem que os remédios façam efeito.

Caso tenha alguma dúvida, opte por tomar os comprimidos com um intervalo de 10 minutos.

Veja Também: 3 perigos iminentes que o remédio Omeprazol representa para sua saúde

4 – Certas Bebidas

Algumas bebidas – geralmente as que possuem muito sabor – podem levar o remédio a perder sua eficácia.

A coca-cola e o café, por exemplo, fazem com que o remédio se desintegre mais rápido.

O chá, por sua vez, retarda a absorção do remédio pelo organismo.

Beber leite é um dos principais erros que impedem que os remédios façam efeito, pois enfraquece a potência do medicamento.

Opte pela água na hora de ingerir o remédio, sempre em temperatura ambiente.

Veja Também: 10 problemas que a água com limão resolve melhor que remédios farmacêuticos

5 – Determinados Alimentos

Remédios para o estômago, por exemplo, devem ser ingeridos aproximadamente 15-30 minutos antes das refeições.

É importante ficar de olho nos alimentos que você consome quando estiver tomando remédios.

Alimentos ricos em fibras como a hortelã, podem comprometer a ação do remédio.

Dentre os alimentos a serem evitados, podemos citar:

Couve-Flor;

Aveia;

Abóbora;

Legumes de folhas verdes;

Cogumelos;

Alimentos integrais.

Procure saber se o remédio que está tomando possui alguma dieta específica, lembre-se de sempre seguir as orientações do médico.

Veja Também: Poderoso remédio caseiro para eliminar vermes e parasitas do seu corpo

6 – Retirar o Conteúdo da Cápsula

Algumas pessoas possuem dificuldade em engolir remédios em cápsula e, por isso, acabam preferindo abrir o remédio e tomar só o pozinho.

Essas cápsulas são importantes para proteger a mucosa da boca e do esôfago do contato com a medicação – para que o remédio possa agir no seu devido tempo.

Em alguns casos, tirar a cápsula pode trazer consequências como vômitos, dores no tórax e até mesmo esofagite, além de ser um dos maiores erros que impedem que os remédios façam efeito.

Veja Também: 15 hábitos que você precisa mudar para não destruir seus rins

7 – Interação com Anticoncepcional

Na maioria dos casos não tem problema tomar remédios quando se toma anticoncepcionais.

Entretanto, existem situações em que a combinação pode reduzir a eficácia da medicação ou do próprio anticoncepcional.

Os remédios listados a seguir podem causar esse efeito: Remédios para candidíase ou micose de unha, remédios para epilepsia, para tratamento de tuberculose e antibióticos.

O anticoncepcional pode também acabar reduzindo a eficácia da aspirina, AAS ou de calmantes – podendo potencializar efeitos de medicamentos como Diazepan, cafeína, corticoides e de alguns antidepressivos.

Veja Também: O anticoncepcional falha. Qual a frequência e por que acontece?

Adicionar comentário