6 coisas que uma cãibra pode revelar sobre sua saúde

A cãibra (ou câimbra) é aquele incômodo que sentimos quando ocorre um espasmo involuntário nos músculos – geralmente nas pernas ou pés.

Uma cãibra pode durar segundos e até mesmo minutos, dependendo do grau da contração muscular, podendo atingir mais de uma parte do corpo de uma vez.

Mostraremos nesta matéria algumas causas que podem estar por trás de uma suposta “simples cãibra”.

É importante se atentar à duração dos episódios e a frequência que eles ocorrem e, se necessário, procurar a ajuda médica.

Confira 6 causas possíveis para episódios de cãibra e o que podem revelar sobre sua saúde.

E mais: Saiba como prevenir cãibras na gravidez

Veja Também: 5 coisas que o formigamento nas mãos pode revelar sobre sua saúde

Dicas para prevenir a cãibra

 6 coisas que uma cãibra pode revelar sobre sua saúde

  • Hidrate-se bem: A hidratação promove o bom funcionamento e relaxamento dos músculos;
  • Adquira o hábito de alongar-se antes e após a prática de exercícios ou antes de dormir;
  • Coma corretamente: Verduras, frutas, sementes… são alimentos conhecidos por proporcionar vitaminas ao corpo, prevenindo as dores;
  • Água tônica: A água tônica possui quinina, substância que ajuda a prevenir uma cãibra. Procure tomar antes de dormir.

Veja Também: 10 sinais que avisam quando o coração não vai bem

1 – Diabetes

A diabetes é uma doença que costuma causar cãibra muito mais vezes do que em pessoas que não são diabéticas.

Um dos principais motivos para isso se dá pela desidratação consequente da hiperglicemia, ou alteração de eletrólitos, sódio e potássio – causada pela ingestão dos remédios diuréticos ou hemodiálise.

É importante verificar a existência da doença, pois, com seu tratamento, é possível alcançar um bom controle da glicemia e garantir maior qualidade de vida, eliminando também as cãibras.

Veja Também: Dor no lado direito das costas: o que pode ser?

2 – Doença do fígado

Pessoas que possuem doenças no fígado tendem a sofrer com a cãibra frequentemente.

O motivo disso se dá pelo excesso de fibrose no fígado, que leva à obstrução da chegada do sangue até o fígado através do sistema porta.

Quanto maior for o dano no fígado, maior é essa obstrução.

Ou seja, quando o sangue encontra esse bloqueio no meio do caminho, a pressão na veia porta aumenta, levando à hipertensão portal – que pode causar cãibras.

Veja Também: 6 problemas nas pernas que podem ser sinais de doenças

3 – Deficiência de minerais

A deficiência de minerais é uma das causas mais comuns por trás de uma cãibra.

Quando o corpo experimenta falta de minerais – como o cálcio, sódio ou magnésio – a cãibra pode aparecer.

Esse processo ocorre principalmente durante a noite, enquanto a pessoa dorme.

Veja Também: 8 maneiras de reconhecer os sintomas do HIV

4 – Gravidez

Como visto no tópico acima, a cãibra é geralmente uma resposta à níveis baixos de magnésio ou outros minerais – algo comum na gravidez.

Quando uma mulher está grávida é comum que o ganho de peso normal das gestações faça com que o músculo das pernas fique sobrecarregado.

Alterações no fluxo sanguíneo que irrigam os músculos também podem causar as dores.

O bebê que está crescendo dentro do útero também pode causar uma pressão extra sobre os nervos e vasos sanguíneos das pernas, promovendo então uma cãibra.

Veja Também: 10 sintomas iniciais de gravidez que surgem antes mesmo da menstruação atrasar

5 – Anemia

Os principais sintomas da anemia são o cansaço e a palidez, entretanto, a cãibra também é comum na anemia e ocorre pelos mesmos motivos dos outros dois sintomas: A falta de oxigenação dos músculos.

Na anemia, a circulação sanguínea é prejudicada, levando a distúrbios no funcionamento dos músculos, podendo causar espasmos involuntários.

Veja Também: 5 alertas que suas unhas podem estar enviando sobre sua saúde

6 – Aterosclerose

A aterosclerose é uma doença comum em pessoas acima dos 60 anos, podendo causar cãibras a todo o momento.

Isso ocorre devido à obstrução dos vasos sanguíneos por placas de colesterol, reduzindo a eficácia da circulação para os músculos.

Veja Também: 20 sinais de que você pode ter algum tipo de câncer crescendo em seu corpo

Adicionar comentário