4 doenças que você acreditava que apenas as mulheres poderiam ter, mas que homens também desenvolvem

É fato: homens cuidam menos da saúde do que as mulheres e são mais descuidados quando o assunto é ir ao médico e fazer um check-up.

Além das doenças do coração e o câncer de próstata, bastante comuns em homens, algumas doenças consideradas, essencialmente, femininas também atingem o sexo masculino e inspiram cuidados.

Por serem mais desconhecidas, essas doenças podem não ter o diagnóstico correto, o que pode gerar complicações e prejuízos à saúde e à vida do homem.

Para ficar atento a esses sintomas, confira a seguir 4 doenças que você acreditava que apenas as mulheres poderiam ter, mas que homens também desenvolvem.

Curta: Nossa Página no Facebook

1 – Câncer de Mama

Homem também desenvolver câncer de mama

Apesar de ser a doença que mais afeta as mulheres no mundo, o câncer de mama também pode se desenvolver nos homens.

Mesmo que raro, o câncer de mama atinge 1% da população mundial de homens e é bastante perigoso, pois geralmente é diagnosticado tardiamente, quando a doença já está bastante avançada.

Assim como as mulheres, os homens também possuem glândulas mamárias.

O câncer de mama masculino atinge, em geral, homens com mais de 60 anos, e suas causas ainda não apresentam estudos científicos avançados.

O que se sabe é que a doença pode ser provocada por fatores genéticos, quando o homem possui histórico familiar da doença, fatores ambientais, relacionado ao histórico profissional do homem, geralmente ligado à indústria química, fatores hormonais, ligados principalmente ao uso de esteroides e anabolizantes e fatores pontuais, como infertilidade, puberdade tardia, excesso de peso, hérnia inguinal congênita, cirrose hepática, entre outros.

Enquanto as mulheres são, desde cedo, orientadas a realizar o autoexame, os homens são pouco informados sobre a doença e seu diagnóstico, o que dificulta o tratamento e, muitas vezes, a cura.

Os sintomas estão ligados, normalmente a caroços surgidos em torno do mamilo. Além deste fator aparente, o portador pode apresentar secreções no mamilo e excreção de sangue no local.

O tratamento, assim como o câncer de mama em mulheres, é determinado dependendo do estágio da doença, podendo abranger quimioterapia e radioterapia e, dependendo do caso, mastectomia total (retirada da mama).

Veja Também: 7 sinais de câncer de mama que as mulheres ignoram

E mais: 20 sinais de que você pode ter algum tipo de câncer crescendo em seu corpo

2 – Andropausa

sintomas da andropausa

As mulheres, com o fim da idade fértil, passam por uma série de transformações hormonais, que caracterizam a menopausa.

Entretanto, os homens de meia idade, entre 45 e 50 anos, também passam por um processo semelhante, conhecido como andropausa.

Ao contrário das mulheres que tem como principal indício da menopausa a interrupção definitiva da menstruação, os homens não apresentam sinais aparentes quando entram na andropausa, o que pode deixá-los confusos em relação ao que está acontecendo com o seu corpo neste período.

A queda hormonal (nível de testosterona) caracteriza essa transição.

Essa queda resulta em mudanças nos homens, como variações de humor, queda de libido, cansaço, falta de energia, perda do tônus muscular e habilidade física.

Os sinais da andropausa podem desencadear uma série de problemas como osteoporose e doenças cardíacas. Além disso, a andropausa é bem mais lenta do que a menopausa e pode prolongar tais sintomas por anos.

Veja Também: 7 mais comuns sinais e sintomas da menopausa

E mais: Menopausa: veja como atravessar essa fase de forma tranquila

3 – Depressão

Homem também desenvolve depressão

A depressão é mais recorrente nas mulheres, mas atinge também os homens. Doença grave, ela não pode ser ignorada nem encarada como algo sem importância.

Nas mulheres, a depressão ocorre mais frequentemente por fatores emocionais, ligados à família, relacionamento e autoestima.

Já nos homens, a principal causa são os problemas financeiros e no trabalho.

Além desses, fatores como o alcoolismo e abusos sofridos na infância também são determinantes para o aparecimento da depressão nos homens.

Os principais sintomas da depressão é a tristeza profunda e melancolia que perduram por semanas ou meses, sem que a pessoa sinta-se capaz de ver uma solução para os problemas, nem tenha vontade de encarar a situação.

O esgotamento emocional e físico, a falta de interesse pelo que antes lhe trazia alegria e a falta de energia aumentam o desânimo do portador da depressão, diminuindo as chances de recuperação sem tratamento.

A depressão tem cura e deve ser tratada com rigor para que consequências mais graves como o suicídio não ocorram.

Por isso, o acompanhamento de um psicólogo e até o tratamento com medicamentos psiquiátricos é a melhor saída para se ver livre dessa doença.

Veja Também: 7 alimentos que ajudam a sair da depressão mais rápido

E mais: Depressão: por que o sexo feminino tem mais chances de ter a doença?

4 – Depressão Pós-Parto

Homem também desenvolve depressão pós-parto

Doença majoritariamente feminina, a depressão pós-parto também afeta os papais.

A chegada de um filho provoca transformações drásticas na vida do casal e para os maridos, a certeza de que terá que dividir o amor e a atenção da esposa e se dedicar muito mais à família, já que a criança é totalmente dependente dos seus genitores, gera um senso de responsabilidade que muitos homens ainda não têm completamente desenvolvido.

Por surgir esse conflito interno, os homens podem se tornar mais reflexivos, introspectivos, tristes e desanimados.

Estima-se que 1 em cada 10 pais sofra de depressão pós-parto, o que pode prejudicar o seu desempenho no trabalho, na sociedade e até mesmo na cama.

A compreensão da esposa e o acompanhamento psicológico é essencial para que o casal passe por esse momento e possa aproveitar melhor esta fase junto ao bebê.

Veja Também: As mudanças no casamento com a chegada dos filhos

E mais: 10 Dicas para manter um bom casamento após o nascimento dos filhos

Adicionar comentário