12 sinais que avisam quando o fígado está mal

O fígado é um dos órgãos mais importantes do corpo, responsáveis por metabolizar e eliminar toxinas, tornando-as menos nocivas.

Entretanto, quando o fígado está mal, alguns sintomas podem acabar surgindo, para alertar o corpo.

Conheça alguns desses sinais, sabendo que, por mais que sejam sintomas em comum, não representam necessariamente uma disfunção hepática.

Consulte sempre o seu médico.

Veja: Babosa com limão emagrece e limpa o fígado

Veja Também: Esses chás podem derreter a gordura do fígado e você nunca ouviu falar sobre eles

E mais: 9 sinais que indicam que você tem fibromialgia

Leia Também: Antes de um Derrame o corpo vai avisar com esses 6 sinais. É importante que você os conheça

Sinais que avisam quando o fígado está mal

12 sinais que avisam quando o fígado está mal

1 – Fadiga

Sentir um cansaço extremo é um sintoma comum que pode ocorrer quando o fígado está mal.

A fadiga é comum em pessoas que têm hepatite, cirrose ou esteatose hepática.

Quando pior o fígado estiver, mais cansaço extremo a pessoa sentirá.

Veja Também: O infarto nas mulheres ocorre de maneira diferente: fique atenta a estes 5 sinais

2 – Sangramento no Sistema Digestório

Problemas no fígado podem levar à obstrução da veia porta, que ocasiona em um aumento da pressão no sistema venoso do sistema digestório – como as veias do estômago e as do esôfago.

Esse fato pode levar a sangramentos.

Hemorragias digestivas costumam vir em quadros de cirroses hepáticas (já em estado avançado).

A pessoa acometida pelo problema pode acabar tendo vômitos hemorrágicos, perdendo muito sangue.

Veja Também: 4 sinais que antecipam um ataque cardíaco

3 – Ascite

Ascite, também conhecida como barriga d’água, é um sintoma comum de quando o fígado está mal, como no caso da cirrose hepática.

A esquistossomose também é uma doença que pode acarretar nesse sintoma no fígado.

A ascite ocorre devido a alta pressão no interior das veias, levando a água para o lado de fora – direto para a cavidade do abdômen.

Veja Também: 6 problemas nas pernas que podem ser sinais de doenças

4 – Dores Abdominais

As dores abdominais podem estar relacionadas ao fígado, principalmente em casos de hepatite aguda.

Entretanto, dores abdominais também podem ser causadas por outros problemas, como na vesícula, vias biliares, base do pulmão direito e até mesmo lesões na costela ou nos músculos do abdômen.

Veja Também: 6 sinais nos olhos que podem indicar um problema de saúde

5 – Sintomas Gerais sem Especificação

Quem possui problemas no fígado tende a ter diversos sintomas sem especificação, como náusea, falta de fome, desânimo e perda de peso.

Em casos de hepatite aguda, é comum que a pessoa também tenha febre.

Sentir um sabor amargo na boca é algo comumente associado a casos em que o fígado está mal.

Entretanto, esse sintoma pode também ter causas como:

Refluxo;

Gastrite;

Problemas nos dentes ou gengiva;

Faringites;

Amigdalites;

Desidratação;

Ficar sem comer por muito tempo;

Remédios;

Cigarro.

Se você não tem nenhum outro sintoma diferente além deste, é pouco provável que seja um sintoma de algum problema relevante no fígado.

Veja Também: 12 sinais de que você está com depressão e não sabia

6 – Manchas Arroxeadas na Pele

As equimoses (manchas arroxeadas na pele) são comuns em pessoas com problemas no fígado.

Afinal, o fígado é quem produz as proteínas responsáveis pela coagulação sanguínea.

Dessa forma, pessoas com problemas hepáticos podem ter mais dificuldade em cessar sangramentos.

Quando o fígado está mal, também é comum que o número de plaquetas seja baixo, colaborando para a ineficácia em coagular o sangue.

Veja Também: 3 sinais de alerta que sua boca pode estar enviando sobre sua saúde

7 – Circulação Colateral

Quando o sangue não consegue passar pela veia porta, o organismo acaba precisando mudar a direção do fluxo sanguíneo.

O sangue acaba tendo que voltar em grande quantidade por veias colaterais que, em pessoas saudáveis, apenas passam em pequeno volume de sangue.

Veja Também: 12 sinais de um câncer maligno que podem ser sutis

8 – Encefalopatia

Esse sinal representa uma disfunção nas funções básicas do cérebro.

Em pessoas com problemas hepáticos, algumas toxinas ingeridas acabam passando direto (sem metabolização) para o cérebro.

Alguns dos sintomas (de quadros leves) podem ser:

Letargia;

Irritabilidade;

Dificuldade de concentração.

Os sintomas de quadros mais graves costumam levar a reduções nos níveis de consciência e até mesmo coma.

Veja Também: 5 sinais de que você tem a doença do mofo: saiba como combater o problema

9 – Icterícia

Icterícia é quando a pele acaba tendo uma cor amarela, assim como ocorre nos olhos e mucosas, devido ao aumento de bilirrubina na corrente sanguínea.

Quando o fígado está mal, ele acaba não metabolizando (ou excretando) a bilirrubina produzida pelo baço.

Assim, a pele acaba ficando amarelada.

Pessoas com icterícia também costumam sentir muita coceira, além de terem fezes claras e urina muito escura.

As doenças hepáticas que mais costumam levar a esse sintoma costumam ser a hepatite e a cirrose.

Entretanto, a icterícia não é um sintoma específico de problemas no fígado.

Veja Também: 6 sinais de que você tem algum tipo de DST na boca

10 – Ginecomastia

Ginecomastia é um problema que ocorre quando os homens acabam desenvolvendo mamas.

Apesar das causas não serem ainda muito claras, é provável que isso ocorra devido ao aumento do estrogênio na corrente sanguínea – devido ao mau funcionamento do fígado.

Veja Também: 16 sinais de que sua dor de cabeça pode ser um problema mais sério

11 – Eritema Palmar

Esse sintoma representa, basicamente, quando a palma da mão fica muito vermelha.

Não é um sinal específico de quando o fígado está mal, pois pode acontecer também em pessoas que possuem artrites reumatoides, hipertireoidismo e em mulheres gestantes.

Veja Também: 8 coisas simples que aparecem no seu corpo e podem ser sinais de doenças graves

12 – Teleangiectasias

Teleangiectasias pode indicar que seu fígado está mal

Conhecidas popularmente como aranhas vasculares, as teleangiectasias acabam surgindo no tronco, no rosto, pernas e braços.

Também é um sintoma relacionado a alterações metabólicas do estrogênio.

Pessoas saudáveis e pessoas gestantes podem ter aranhas vasculares.

Na cirrose, por exemplo, o número de aranhas vasculares acaba sendo muito maior, além de terem um tamanho diferenciado.

Veja Também: 5 sinais de que você pode ter algum tipo de DST (Doença Sexualmente Transmissível)

Algumas Dicas

Procure ingerir apenas alimentos orgânicos;

Evite açúcares refinados;

Reduza ou evite o álcool;

Tome no mínimo dois litros de água por dia;

Tenha uma dieta equilibrada e de alta qualidade.

Veja Também: 10 sinais de alerta do câncer de ovário: o assassino silencioso

Adicionar comentário